Mariana Carvalho
Mariana Carvalho

Atila Iamarino desvenda mistérios da ciência no programa 'Hiperconectado'

Com legião de fãs na internet, biólogo vai comandar atração que estreia sábado, 11, na TV Cultura

Eliana Silva de Souza, O Estado de S.Paulo

08 de junho de 2022 | 05h01

Nunca antes se falou tanto em ciência como no atual momento, que teve a pandemia da covid como propulsor. E foi por esse mesmo motivo que profissionais saíram de seus nichos para ganhar a simpatia e atenção do público em geral. Desde sempre muito reconhecido por seu conhecimento na área, mantendo um canal de sucesso no YouTube, o biólogo e estudioso Atila Iamarino comanda a partir de sábado, 11, na TV Cultura, o programa Hiperconectado, que irá ao ar às 20h30, com reapresentação nas noites de quarta. 

“O programa vai ter uma estrutura de explanar e contar as curiosidades ao redor de um tema, com entrevistas, pessoas importantes que podem falar sobre a área, com visitas, centros de pesquisa ou lugares práticos que têm a ver com o que a gente está explicando e a interação com o público”, diz Atila, em entrevista ao Estadão. Para ele, a produção “está sendo um casamento muito feliz de conteúdo”.

A atração, que tem os jovens como público alvo, conta com uma plateia virtual, que faz perguntas aos convidados. “O programa tem a participação do público, porque é essencial”, afirma o apresentador, que leva para o debate sua experiência como professor de cursinho e atuação na web. “É muito importante poder manter essa estrutura, de interação com o público, ainda que, por enquanto, só virtualmente, na TV Cultura”, esclarece o biólogo sobre a interação com a plateia de forma remota. 

Interação

Nesta primeira leva de episódios, ele explica que as pessoas que interagem em vídeo são da própria emissora ou que o acompanham no YouTube. Segundo Atila, elas têm dado uma contribuição decisiva para os episódios que já foram gravados, mas continuam inéditos. “No futuro, as pessoas que acompanham o programa, claro, serão a nossa audiência.”

A cada semana, Atila revela curiosidades sobre os temas mais variados e inusitados, como a anatomia da madeira, a fotografia computacional, águas subterrâneas, o controle mental de aranhas, os chimpanzés e a política. Ele mesmo resume: “Trazer o meu público habitual para dentro do programa está sendo bastante importante e produtivo”. 

O tema de cada episódio foi escolhido pelo apresentador, que explica se tratar sempre de “questões interessantes e ao redor das quais a gente consegue construir uma narrativa legal que, claro, passa por toda uma discussão com a direção, com a produção, para a gente descobrir se é viável produzir.”

 

Segundo Atila, o objetivo também é contar, em breve, com especialistas na pesquisa técnica, para poder abordar temas de várias áreas, especialmente com pessoas especializada. “No futuro, vamos trazer pessoas de outras áreas - como física, química, ciências sociais e afins, para poder construir uma coisa interessante, ouvindo diferentes aspectos e áreas distintas da ciência a respeito de um mesmo tópico.”

Aprendizado

Pai de um bebê de quase um ano, Atila Iamarino se autodenomina, em suas redes sociais, um divulgador científico e explicador do mundo por opção, em espaços onde conversa com imenso número de seguidores. Por causa disso, foi nome constante para esclarecer fatos durante a pandemia de covid, pois sua linguagem simples possibilita a proximidade com jovens. 

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
Acredito que a TV tem muito a enriquecer com especialistas que saibam ser acessíveis ao público dessa forma
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Atila Iamarino, Biólogo e apresentador

“Se tem uma coisa que a internet me ensinou é que, para chegar nas pessoas hoje em dia - principalmente agora que elas têm um poder de escolha tão grande, que não é só o controle remoto, mas também é o dedo no celular que permite avançar para o próximo vídeo, compartilhar ou não o que a gente está fazendo -, é preciso atender o que o público quer”, diz Atila. “É um desafio que ressoa muito com o desafio da TV hoje em dia.”

O fato de ter esse tipo de programa com a ciência como foco e comandado por alguém que tem ligação estreita com a área é muito importante para Atila. É a sua voz projetada em diferentes meios. “Acredito que a TV tem muito a enriquecer com especialistas que saibam ser acessíveis ao público dessa forma”, afirma o apresentador, ao enfatizar que o objetivo é “fazer um programa próximo das pessoas e que seja interessante para elas”.  

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.