Assista na TV

Assista na TV

A geografia da classe trabalhadora no pungente ‘Arábia’

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2018 | 06h00

Arábia

(Brasil, 2017.) Dir. de Affonso Uchoa e João Dumans, com Aristides Souza, Renata Cabral, Murilo Caliari.

Nunca será demais chamar a atenção para o melhor filme brasileiro do ano – até agora –, que chega à TV paga. Livremente adaptado de um texto de James Joyce, Arábia parece que vai seguir um percurso, mas a descoberta de um diário coloca a narrativa em perspectiva. A história de um trabalhador, e por tabela, a história da classe trabalhadora no Brasil atual. A vida na estrada, a dificuldade de sobreviver, de criar raízes. Um amor que não chega a se concretizar. Com uma voz off que ressalta a mineiridade da ambientação e da vivência, Arábia dá conta do sofrimento de um país inteiro. E o filme tem momentos de humor, inclusive aquele em que os amigos, conversando, propõem o que não deixa de ser uma interpretação para o título. Aristides de Souza, com a gravidade de sua figura e a singularidade da voz compõe um personagem raro, inesquecível.

Canal Brasil, 0H. INÉDITO, COLORIDO, 97 min.


VEJA TAMBÉM

Juventude e Ternura

(Brasil, 1968.) Dir. de Aurélio Teixeira, com Wanderléa, Anselmo Duarte, Ênio Gonçalves, Jorge Dória.

 Triângulo amoroso sobre fundo da Jovem Guarda, para capitalizar a popularidade de Wanderléa. Ela canta seus hits – Prova de Fogo, Nunca Mais, Foi Assim.

 Canal Brasil, 13H50. Reprise, Colorido, 85 min.


O Jovem Karl Marx

Le Jeune Karl Marx. (Bélgica/Alemanha, 2017.) Dir. de Raoul Peck, com August Diehl, Stefan Konarske.

 Com todas as diferenças entre ambos, a amizade dos jovens Marx e Engels e uma história da classe trabalhadora, na época em que eles redigiram O Manifesto Comunista.

 Telecine Cult, 22 H. INÉDITO, COL., 118 min.

Veja a Programação da TV Aberta

Veja a Programação da TV Fechada


Streaming

DRAMA

Lucky

Último filme de Harry Dean Stanton, mostra um nonagenário que tenta aceitar a morte e seu destino. É poético, é emocionante e se tornou uma grande homenagem a Stanton.

ITUNES, 2017, 88 min.


DOCUMENTÁRIO

O Processo

Mostra os bastidores do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Bom filme, ainda que um pouco longo demais.

NOW, 2018, 141 min.


REALITY

Reforme na baixa, fature na alta

Ignore o péssimo título em português. Esse bom reality da Netflix mostra reformas incríveis em casas de veraneio. Bom passatempo.

NETFLIX, 2018, 30 min.

Matheus Mans


DVD

CIAO MASCHIO

França/Itália, 1978. Dir. de Marco Ferreri.

Olhe o fortão da imagem acima. É o jovem Gérard Depardieu, que virou um ogro sem perder o carisma de grande ator. Aqui, como nova-iorquino que se liga a um chimpanzé, ele se presta às provocações do diretor – machismo, feminismo, Ferreri demolia tudo.


Juvenil

MARATONA

Esqueceram de Mim

A emissora exibe os quatro filmes da série, a começar pelo de Chris Columbus com Macaulay Culkin, que originou a sequência, Perdido em Nova York. O 3, de Raja Gosnell, é uma graça.

FOX, A Partir das 21H15.

Tudo o que sabemos sobre:
televisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.