Assista na TV

Assista na TV

Alonso e a pampa bárbara em que se perde Viggo Mortensen

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

10 Dezembro 2017 | 06h01

Filmes

Jauja

Jauja. (Argentina, 2015.) Dir. de Lisandro Alonso, com Viggo Mortensen, Ghita Norby, Esteban Bigliardi.

 Grande nome do cinema de autor contemporâneo – não apenas argentino –, Lisandro Alonso assina esse épico sobre as chamadas ‘guerras indígenas’. Não é exatamente um diretor narrativo, preocupado com a história, ou histórias. De cara, um letreiro informa que Jauja, o título misterioso, é uma terra de sonho. O dinamarquês Viggo Mortensen, o rei da saga O Senhor dos Anéis, faz um mercenário estrangeiro que, tendo se integrado às guerras contra os índios, percorre a terra bárbara em busca da filha que desapareceu. O personagem e seu ambiente impregnam o relato e aí, do nada, muda tudo – outro cenário (a Europa distante), outros personagens. Jauja, a terra do mistério? Não existem respostas prontas, mas vale viajar no estranhamento das imagens de Alonso e na força cênica (e física) de seu poderoso astro.

 Canal Brasil, 22 h. Reprise, colorido, 110 min.

 

VEJA TAMBÉM

Laços de Ternura

Terms Of Endearment. (Eua, 1983.) Dir. de James L. Brooks,cCom Shirley Maclaine, Debra Winger, Jack Nicholson.

 Vencedor de cinco Oscars, incluindo filme, diretor, roteiro, atriz (Shirley) e ator coadjuvante (Nicholson), o filme conta uma emocionante história de mãe e filha. As atrizes detestavam-se.

 Telecine Cult, 17h15. Reprise, colorido, 132 min.

 

Vera

(Brasil, 1986.) Dir. de Sérgio Toledo, com Ana Beatriz Nogueira, Raul Cortez, Carlos Kroeber, Imara Reis, Norma Blum.

 Vontade masculina em corpo de mulher. Um filme adiante de sua época, baseado na vida do poeta transexual Anderson Herzer. Ana Beatriz foi melhor atriz em Berlim.

Canal Brasil, 23h55. Reprise, col., 87 min.

 

Veja a programação da TV aberta

Veja a programação da TV fechada

 

Streaming

DRAMA

My Happy Family

Esposa e mãe, uma mulher de 52 anos choca sua tradicional família georgiana ao anunciar que vai sair de casa para morar sozinha. Ótimo drama estrangeiro.

Netflix, 2017, 119 min.

 

NACIONAL

‘Era o Hotel Cambridge’

Mistura de ficção com documentário, Era o Hotel Cambridge acompanha a vida do grupo de moradores em um hotel abandonado em São Paulo. Direção de Eliane Caffé.

Telecine Play, 2017, 93 min.

 

DOCUMENTÁRIO

‘Voyeur’

O escritor e jornalista norte-americano Gay Talese desmascara um dono de motel que espionou seus hóspedes ao longo de décadas. 

Netflix, 2017, 95 min.

Matheus Mans

 

DVD

RODIN

França, 2017. Dir. de Jacques Doillon, com Vincent Lindon.

FlashStar. R$ 39,90

Vincent Lindon é excepcional como Rodin, que Doillon filma num momento de afirmação da sua arte – o polêmico monumento a Victor Hugo. Lindon aprendeu a esculpir. Forte como é, o filme não vale a versão romanesca com Gérard Depardieu e Isabelle Adjani.

 

CRIANÇAS

COMÉDIA

Zumbilândia

Dá para se divertir bastante com essa louca aventura sobre grupo que tenta sobreviver na Terra pós-apocalipse, infestada de zumbis. Com Emma Stone e Jesse Eisenberg.

FOX, 15h40. Reprise, colorido, 88 min.

Mais conteúdo sobre:
Televisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.