Ben Pelosse/AFP
Ben Pelosse/AFP

Produtor Gilbert Rozon é acusado de agressão sexual por apresentadora canadense

Julie Snyder apresentou uma queixa à polícia de Montreal contra Gilbert Rozon, que já havia sido acusado por outras nove mulheres na semana passada

AFP

25 Outubro 2017 | 19h59

A apresentadora de televisão e produtora de Quebec Julie Snyder apresentou uma denúncia à polícia de Montreal contra o produtor Gilbert Rozon por agressão sexual, anunciou nesta segunda-feira, 23, o porta-voz da sua empresa.

Posso confirmar que Julie apresentou uma denúncia contra Gilbert Rozon... por agressão sexual", declarou à AFP Louis Noël, porta-voz da Productions J, sem especificar quando a denúncia foi apresentada.

Este anúncio chega após as declarações de nove mulheres, publicadas na semana passada nos meios locais, acusando Rozon, fundador do grupo 'Juste pour rire', de assédio e agressão sexual.

+++ Após denúncia, mais de 200 mulheres acusam James Toback de assédio sexual

O 'Juste pour rire' anunciou na segunda-feira que encarregou o grupo financeiro RBC Marchés des Capitaux da venda de todas as ações que Gilbert Rozon tinha na empresa, depois de ele abandonar as funções que ocupava no grupo que fundou no início dos anos 1980.

Após a publicação dos depoimentos das supostas vítimas, o diretor da polícia de Montreal, Philippe Pichet, pediu a outras eventuais vítimas que apresentassem denúncias, assegurando, no Twitter, que elas seriam tratadas com o "maior profissionalismo", um pedido acompanhado da hashtag #MoiAussi (#Eutambém).

Este termo e seu equivalente em inglês, #MeToo, se tornaram o grito de adesão, nas redes sociais, de centenas de mulheres vítimas de abusos sexuais decididas a romper o silêncio, em um contexto de agitação em torno do caso do produtor americano Harvey Weinstein.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.