Divulgação
Divulgação

Após polêmica sobre estupro, participante é expulso do Big Brother Brasil

Modelo Daniel Echaniz teria abusado sexualmente da gaúcha Monique Amin dentro da casa

estadão.com.br,

16 de janeiro de 2012 | 22h22

SÃO PAULO - O paulistano Daniel Echaniz, de 31 anos, foi eliminado da 12ª edição do Big Brother Brasil, da TV Globo. O anúncio foi feito ao vivo por Pedro Bial na noite desta segunda-feira, 16. A Polícia Civil do Rio de Janeiro vai apurar se o modelo cometeu estupro contra outra integrante do programa, a gaúcha Monique Amin.

"Depois de uma criteriosa avaliação e análise das imagens, a produção entendeu que houve violação nas regras do programa. Sendo assim, Daniel está eliminado do Big Brother Brasil 12", disse Pedro Bial.

O abuso teria acontecido na madrugada do último domingo, 15. Depois de uma festa, Daniel e Monique foram para o Quarto Floresta e ficaram embaixo do edredom. Em um vídeo que corre pela internet, Daniel aparece deitado com a gaúcha e se mexendo bastante embaixo do edredom. Ela, porém, estaria dormindo profundamente depois de ter bebido muito.

Daniel foi um dos quatro participantes que entraram por último na casa. Ele estava na plateia e foi chamado após a apresentação dos outros 12 participantes do BBB.

Policiais da 32ª Delegacia de Polícia da Taquara estiveram no estúdio do Projac da TV Globo, em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade, para ouvir a estudante gaúcha Monique e Daniel. Os agentes querem saber se a jovem deseja fazer o exame de corpo de delito e abrir inquérito sobre o caso.

O suposto abuso dominou as redes sociais na Internet e provocou discussões. O assunto era um dos mais comentados desde o último domingo. A Central de Comunicação da TV Globo não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.