Valerie Macon / AFP
Valerie Macon / AFP

Após duas semanas de suspensão, Whoopi Goldberg volta a apresentar programa matinal

A atriz agradeceu o apoio e as mensagens que recebeu enquanto esteve fora do 'The View'

Redação, Com agências

14 de fevereiro de 2022 | 15h11

Depois de duas semanas suspensa por dizer que o Holocausto não tinha sido uma questão de raça, a atriz e apresentadora Whoopi Goldberg voltou a apresentar o programa matinal The View, na ABC. "Sim, estou de volta", disse. 

"Vamos continuar tendo conversas difíceis", comentou a apresentadora. "E em parte, porque isto é o que fomos contratados para fazer. E nem sempre é bonito, como eu disse, e nem sempre é como as outras pessoas gostariam de ouvir. Mas é uma honra sentar-se nesta mesa e poder ter estas conversas, porque elas são importantes. Elas são importantes para nós como nação e para nós mais como entidade humana", continuou.

Após o comentário sobre o Holocausto, Whoopi Goldberg pediu desculpas em suas redes sociais. Ainda assim, a direção da ABC preferiu afastar a atriz do programa por duas semanas.

Na abertura do The View na manhã desta segunda-feira, 14, ela não se referiu a seus comentários de duas semanas atrás e também não fez mais um pedido de desculpas. A atriz agradeceu ao apoio que teve durante seu afastamento que, segundo ela, veio de diversos lugares. "E foi incrível e escutei tudo o que todos tinham a dizer e fiquei muito grata e espero que isso mantenha todas as conversas importantes acontecendo", disse.

Entenda o caso

No último dia 31, Whoopi Goldberg comentava a decisão de um  conselho escolar no Tennessee que votou para remover o romance gráfico Maus, sobre o Holocausto, de seu currículo, citando palavrões e nudez contidos no trabalho vencedor do Prêmio Pulitzer do cartunista Art Spiegelman. O livro retrata judeus como ratos e nazistas como gatos e é considerado uma representação poderosa e precisa do assassinato nazista de milhões de judeus durante a Segunda Guerra Mundial.

A atriz, que coapresenta o programa de entrevistas The View, da ABC, afirmou que o Holocausto era sobre a desumanidade do homem para com o homem e envolvia "dois grupos de pessoas brancas". Mais tarde, no mesmo dia, ela se desculpou dizendo: "No programa de hoje, eu disse que o Holocausto 'não é sobre raça, mas sobre a desumanidade do homem para o homem'. Eu deveria ter dito que é sobre ambos". "O povo judeu de todo o mundo sempre contou com meu apoio e isso nunca vai mudar. Lamento o dano que causei", acrescentou a atriz de 66 anos. 

Os comentários de Goldberg provocaram críticas de ativistas online que os consideraram perigosos. No dia seguinte ao caso, a a presidente da ABC News, Kim Godwin, afirmou que o pedido de desculpas não era suficiente. "Com efeito imediato, suspendo Whoopi Goldberg por duas semanas por seus comentários equivocados e ofensivos", afirmou Godwin em um comunicado publicado na conta de relações públicas do canal no Twitter. "Embora Whoopi tenha se desculpado, eu pedi a ela que tire um tempo para refletir e perceber o impacto de seus comentários", completou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.