Amazon
Amazon

Amazon cancela 'Mozart in the Jungle', protagonizada por Gael García Bernal

O fim da premiada série é uma das primeiras decisões tomadas por Jennifer Salke, a nova presidente da Amazon Studios

EFE

07 de abril de 2018 | 20h02

LOS ANGELES - Depois de 4 temporadas e 40 episódios no total, a Amazon decidiu cancelar Mozart in the Jungle, série estrelada pelo ator mexicano Gael García Bernal, informou The Hollywood Reporter. “Estamos orgulhosos das quatro temporadas que fizemos, e (estamos) gratos ao elenco, à equipe, aos fãs e à Amazon por escrever esta sinfonia com a gente. Esperamos que as pessoas continuem encontrando este show nos próximos anos", disseram os produtores executivos da série, Paul Weitz, Roman Coppola, Jason Schwartzman e Will Graham. 

Mistura de comédia e drama com a música clássica como pano de fundo, Mozart in the Jungle tinha Garcia Bernal interpretando o excêntrico e cativante maestro Rodrigo de Souza, que lutou com seus demônios criativos ao tentar encontrar o amor com o jovem oboísta Hailey Rutledge (Lola Kirke).

No elenco da série, também apareceram Malcolm McDowell, Saffron Burrows e Bernadette Peters – embora essa produção tenha também ficado marcada por incluir participações especiais de estrelas da música clássica como o maestro Gustavo Dudamel, o pianista Lang Lang, a compositora Caroline Shaw e o violinista Joshua Bell. 

Mozart in the Jungle ganhou dois Globos de Ouro em 2016 por melhor comédia ou série musical e melhor ator em uma comédia ou série musical para García Bernal.

+++ Estrelada por Gael García Bernal, série mostra os bastidores da música clássica

O fim de Mozart in the Jungle é uma das primeiras decisões tomadas por Jennifer Salke, a nova presidente da Amazon Studios, que assumiu o cargo em fevereiro.

Salke substituiu Roy Price, que renunciou ao seu cargo no Amazon Studios em outubro passado, após ser acusado de assédio sexual pela produtora Isa Dick Hackett. 

Tudo o que sabemos sobre:
Amazon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.