AP
AP

Alec Baldwin diz que quer fazer mais paródias de Trump na TV

Presidente eleito dos EUA não gosta das imitações do ator e disse: 'É hora de acabar com este programa chato e sem graça'

EFE

13 Janeiro 2017 | 11h16

O ator Alec Baldwin, que faz a sátira do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, no programa Saturday Night Live, revelou nesta quinta-feira que está negociando levar suas imitações para além do canal NBC.

"Vou fazer (Saturday Night Live) tanto quanto puder e existem conversas com outros lugares onde poderíamos continuar expressando nossa gratidão e admiração pelo governo de Trump", disse, Baldwin, em tom irônico, em entrevista à rede ABC.

Trump não gosta das imitações de Baldwin, conforme expressou em reiteradas ocasiões o próprio presidente eleito, que também utilizou o Twitter para criticar.

"Vi o ataque premeditado de Saturday Night Live contra mim. É hora de acabar com este programa chato e sem graça", disse Trump, semanas antes das eleições quando acusava a imprensa de influenciar no pleito.

Baldwin, ganhador de dois Emmys e três Globos de Ouro, não revelou com quais programas está negociando, mas disse que para criar as sátiras "só precisa" se sentar e dar "uma olhada" no Twitter e nas notícias.

"Provavelmente, de acordo com o Sindicato de Roteiristas dos Estados Unidos, deveríamos dar crédito a Trump por tudo o que fez por nós", ironizou novamente o ator e comediante.

 

Mais conteúdo sobre:
Alec BaldwinDonald Trump

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.