A voz soberana das urnas

A eleição do 10.° Prêmio Contigo de Telenovela desperta uma dúvida: vale qualquer novela, as encerradas no ano passado e as ainda em curso? Não sei se é justo comparar novelas com final sacramentado com aquelas cuja trama ainda pode sofrer alguma reviravolta. Nem de longe vou rejeitar o resultado da votação popular. O povo quer, o povo escolhe. Mas que o critério é esquisito, isso é.O resultado apenas confirma os números do Ibope. Só deu Globo: sete prêmios para Paraíso Tropical, um para Sete Pecados e três para Duas Caras. Coube ao já pré-adolescente Pedro Malta lavar a honra da Record e ganhar o troféu de Melhor Ator Infantil, pelo Eugênio, de Caminhos do Coração.Deu Paraíso Tropical, quase que de ponta a ponta. Merecido. Em 2007, nenhuma obra de ficção concentrou tanto as atenções do País quanto a novela de Ricardo Linhares e Gilberto Braga. O impacto da novela foi tão forte que os principais prêmios de atuação também ficaram com Paraíso: Bebel e Olavo renderam aos seus intérpretes o de melhor atriz para Camila Pitanga, de melhor ator para Wagner Moura e o de melhor par romântico para a dupla de vigaristas - os personagens, não os atores.É bastante curioso que uma dupla de vilões ganhe o troféu de melhor par romântico. No tempo em que os animais falavam, vilão só ganhava tabefe na rua. Atores sabiam que durante o ano de exibição da novela, eles não seriam convidados nem para animar baile no presídio. Hoje em dia, eles assinam, sim, bons contratos publicitários. Aconteceu com Wagner Moura, em Paraíso Tropical, e esta semana, Sílvia, a doida botocada de Duas Caras, não impediu que Alinne Moraes fechasse uma boa campanha. Mas a verdade é que Bebel e Olavo formavam mesmo um casal de alta voltagem.Agora, Marília Pêra estará mesmo tão impagável como Gioconda? Será que a medalha de melhor atriz coadjuvante não deveria ter sido dada a Beth Goulart, que fez a ambiciosa Neli? A própria Marília achou o prêmio esquisito - tanto que pediu para dedicá-lo a sua parceira em cena, a excelente Guida Viana. Com o gesto, Marília mandou um recado ao fã-clube que votou nela: "Gioconda é tudo, menos coadjuvante". e-mail: mvianinha@hotmail.com

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.