A vida começa aos 60

Em nova minissérie, o autor Aguinaldo Silva dispensa mocinhas para vagas de protagonistas

Alline Dauroiz, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2009 | 00h41

Em um ponto, Susana Vieira tem razão. "Que história uma menina de 20 anos tem para contar?", questiona a atriz. "A história de uma mulher de 60 é muito mais rica e novelesca do que a da garota que simplesmente gostou do garoto com quem ficará no final."

Baseado nessa filosofia, o autor Aguinaldo Silva criou a trama da próxima minissérie da Globo, que começa a ser gravada no dia 24 e tem estreia marcada para 2 de outubro.

Em Cinquentinha, três mulheres beirando os 60 disputam a herança do ex-marido, Daniel (José Wilker).

Susana Vieira, de 66 anos, Marília Pêra, também de 66, e Marília Gabriela, de 61, formam o trio principal. "Para nós, que sempre fomos protagonistas, é maravilhoso continuar no posto, apesar da idade", diz Marília Pêra.

Aguinaldo explica. "Elas são grandes atrizes e, no decorrer das novelas, se adonam das tramas e acabam virando protagonistas." Segundo ele, os papéis foram feitos sob medida e a ficção beberá muito no temperamento das atrizes.

Assim, conforme a sinopse, Susana será Lara, a primeira ex-mulher de Daniel, uma atriz de temperamento difícil que perde seu contrato na TV. Gabi viverá Mariana, a segunda ex, uma fotógrafa de moda que gosta de namorar garotões. Marília Pêra interpretará Rejane, a terceira ex-mulher e única legítima. Como o papel era de Renata Sorrah, que não pôde aceitar por causa de projetos no cinema, Marília Pêra está procurando o tom da ex-hippie, adepta da vida alternativa.

As viúvas terão de cumprir a missão deixada pelo ex: unirem-se para administrar os negócios em crise do empresário. Em um ano, quem for melhor fica com "cinquentinha" por cento do patrimônio. A outra metade será dividida entre os três filhos de Daniel, um de cada mulher.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.