A noite foi de Katherine Heigl

Ryan Seacrest foi o mestre-de-cerimônias do Emmy, mas já no início da premiação, Ray Romano roubou a cena com seu discurso divertido lembrando que está "desempregado" há dois anos. Sim, já faz tempo que Everybody Loves Raymond saiu do ar e deixou mais uma lacuna na categoria série cômica. Ray Romano foi um dos pontos altos da noite. Entre as mulheres, o destaque ficou com Katherine Heigl. Primeiro, ao subir no palco para anunciar um prêmio, a loira de Grey?s Anatomy corrige com graça a locutora do Emmy: "É Heigl e não Heijl". Ok. A dra. Izzie foi ao palco novamente para receber o troféu de melhor atriz coadjuvante em série dramática. Katherine fez o melhor discurso da noite e realmente pareceu desnorteada ao vencer tanta gente boa na categoria, inclusive duas de suas colegas de elenco. "Minha mãe disse que eu iria ganhar", disse a loira. Mas não foi surpresa vê-la tão graciosa. Katherine é fofa, tenho de admitir! Até sem maquiagem e devorando um donuts, ela é encantadora... Sim, foi assim que a vi pela primeira vez pessoalmente quando Grey''''s Anatomy estreou.Outro ator que tornou a cerimônia menos chata foi Steve Carell, quando perdeu o Emmy de melhor ator em série cômica para Ricky Gervais. Lembrando que Gervais era o Michael do original The Office. Carell subiu ao palco para receber o prêmio para Gervais e deu show de besteirol ao lado de Jon Stewart e Stephen Colbert. Nenhum resultado me deixou frustrada nesse Emmy e um me deixou feliz: o de melhor ator convidado em série cômica. O prêmio foi para Stanley Tucci em Monk. Hilário!

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.