A loucura está à solta no palco

Com brincadeiras sobre o cotidiano, o show Terça Insana revela novos humoristas

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2008 | 22h52

Tudo começou como uma brincadeira entre amigos que se reuniam para cada um mostrar os personagens cômicos que criou. Como o encontro acontecia no segundo dia útil da semana, passou a se chamar Terça Insana. Na estréia, em 2001, 60 dos 102 lugares do teatro Next estavam ocupados. Na segunda semana, foram 80 convidados e na terceira já havia gente em pé. Hoje, tornou-se uma referência no "stand-up comedy", estilo de show em que o humorista fica sozinho no palco, divertindo a platéia com piadas e imitações. E foi essa competência em fazer graça que o elenco do Terça Insana manteve um público fiel, mesmo com as diversas mudanças entre os comediantes. Hoje, a única remanescente do grupo original é também a mais engraçada: Grace Gianoukas. É o que se observa em Terça Insana - Ventilador de Alegria, distribuído pela Arsenal/Universal Music. Trata-se das melhores cenas da sétima temporada, gravadas no Avenida Club, em São Paulo, onde o grupo ainda se apresenta. Ali estão a Senadora Biônica, a Mulher Moderna, o Cupido, Betina Botox, Xikovate, o Garçon e outros personagens que divertem com piadas inteligentes e muito atuais.

Mais conteúdo sobre:
Terça Insana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.