A bronca dos leitores

A produção do show de conversa do David Letterman (Late Show, GNT, 0h30) anunciou que o entrevistador-humorista voltaria a apresentar programas novos na quarta-feira - sem apoio de roteiristas, ainda em greve na indústria americana do cinema e televisão. O parceiro brasileiro se fez de morto (ei, mas não está?!) e mandou para o ar a reprise do papo ameno com a bonita Jéssica Alba, coisa assim do verão de 2007. Para a semana, o problema fica ainda mais grave: o horário passa a ser ocupado pelo boletim caça-moedas do Rio Fashion Week. Alguém assiste? Sem transparências e com overdose de meninas anoréxicas, nem a turma das estações polares perde tempo sintonizando essa droga. E o que vai acontecer com o Letterman? Uma boa pergunta. Que os zumbis do atendimento não sabem responder, claro. Ainda no capítulo da bronca, o leitor e jornalista Moacyr Castro, de Ribeirão Preto, quer roer a roupa do rei da RET, digo, NET regional: "Depois de derrubar o canal da TV da Alemanha sem explicação, agora tiraram da grade o canal do Canadá francês - no lugar entrou a chatíssima TV Justiça." A leitora Maria Isabel Medeiros não gostou de "topar com uma cena de nu frontal masculino" na programação careta do canal TNT - embora não informe dia e hora em que se deu o exercício de exibicionismo. Mônica Santoro não gosta da revista Monet e explica: "A edição de dezembro estava com a programação dos canais pagos cheia de erros, o roteiro dos Telecines não remete para as sinopses e há vários canais limitados a pacotes de uma ou outra região poluindo as páginas." Já do outro lado da linha há vida inteligente. O Eurochannel, da TVA, estreou (sexta-feira às 21h) o Eurofestival, que pretende acompanhar as principais mostras de cinema do continente. Hoje, às 22h o People+Arts inaugura Corpos - uma espécie de Grey?s Anatomy do mal, bem cotado entre os assinantes dos Estados Unidos. O consultor Luis D?Oro diz que é preciso exigir do Ministério das Comunicações regras sobre os serviços da TV por assinatura. O melhor caminho é mandar mensagens eletrônicas para o email: gabinete@mc.gov.br

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.