Paris Filmes
Paris Filmes

A arte de enganar o público ganha a tela da Globo com 'Truque de Mestre' 1 e 2

Filmes contam a história de um quarteto de ilusionistas, o The Four Horsemen; no elenco Jesse Eisenberg, Woody Harrelson, Isla Fisher e Dave Franco

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2019 | 14h34

Começa daqui a pouco, na Globo. o Temperatura Máxima especial. Todo domingo tem o horário, mas dessa vez ele é duplo - às 14h03 a emissora apresenta Truque de Mestre e, às 15h50, Truque de Mestre -O  Segundo Ato. Grandes diretores, o próprio Ingmar Bergman, compararam o cinema a uma lanterna mágica. Truque de Mestre resgata um aspecto fundamental,mas também sujeito a críticas, do cinema. O ilusionismo. Por meio da montagem, é possível manipular as emoções do espectador.

É o que faz o diretor Louis Leterrier. Truque de Mestre conta a histórias de um quarteto - The Four Horsemen, Os Quatro Cavaleiros. Não do apocalipse. São mágicos, mas também ladrões. Apresentam-se num palco, e enquanto isso estão roubando bancos - caixas fortes? - em outro continente. Distribuem o dinheiro entre os espectadores de seus shows. Como pode? Um agente do FBI e uma representante da Interpol tentam desmascarar os integrantes do grupo. Mas eles têm um mentor, e o diretor Leterrier também tem seu ás na manga - um veterano antiilusionista, que vai tentar 'desmontar' o conceito dos shows, chamando a atenção do público para o que ele acha que viu, mas não viu. Não por acaso, o título original é Now You See Me, Agora Você Me Vê.

É possível isso? Criar a ilusão, e destruí-la? O público adorou. Truque de Mestre fez tanto sucesso que teve direito a continuação. Os críticos foi que não se convenceram. Disserram que o filme é superficial, manipulador. O espectador acha que está sabendo das coisas, mas preste bem atenção e abra o olho. O 'crítico' dos mágicos, o que revela a trama, não conta tudo. Mantém um ou dois elementos secretos. Para ter a sequência. Talvez você fique quebrando a cabeça. Matutando depois - como foi possível?

No fundo, considerando-se o aspecto ilusionista do cinema, não é tão difícil. Ajuda a ficar esperto ao seguir os números propostos por Jesse Eisenberg, Woody Harrelson, Isla Fisher e Dave Franco. Tem o policial Mark Ruffalo. E olho vivo em Morgan Freerman - ele é a chave. Se no final você achar que não entendeu nada, mas se divertiu, está tudo bem. O mestre do suspense, Alfred Hitchcock, dizia que fez algunms filmes para satisfazer seus fãs mais realistas, mas o que ele gostava era de relaxar a verossimilhança para jogar seu público num turbilhão de emoções.

Corra ao banheiro, faça mais pipoca e... Começa o 2.º ato. O elenco é praticaqmente o mesmo, mais o veterano Michael Caine e Daniel Radcliffe, o garoto de Harry Potter. O diretor não é mais Louis Leterrier, mas Jon M. Chu. No final do 1, houve aquierla revelação sobre a identidade de... Ops! Olha o sopoiler. A questão é que agora os Cavaleiros seguem com o golpe, mas têm um hacker que poossuio tecnologia de ponta para dificultar, senão impedir a captura do grupo. É mais do mesmo, e após a revelação no desfecho do 1, você tem de ficar mais esperto ainda - para continuar sendo deliciosamente enganado no 2. Afinal, esse é o espírito da coisa. E se você quiser continuar nessa vibe, duas indicações de filmes que você pode ver:

 

O Ilusionista, de Neil Burger, de 2006

Um mago, Edward Norton, compete com o herdeiro do Império Áustro-Húngaro, o despótico príncipe Rufus Sewell, pelo amor de uma mulher, Jessica Biel. O príncipe tem a seu serviço um policial que parece um feroz cão de guarda, Paul Giamatti.

O Grande Truque, de Christyopher Nolan, 2006

Também de época, o filme passa-se em Londres, no século 19, e mostra a rivalidade de dois mágicos, interpretados por Hugh Jackman e Christian Bale. Eles levam a rivalidade a um extremo que não tem volta. Alguém terá de morrer. E o que faz Scarlett Johansson nessa trama? Atenção - o ilusionismo tem sido muito forte no cinema de Nolan. Está no centro de filmes como Memento e A Origem.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.