Porta dos Fundos
Porta dos Fundos

A adolescência de Jesus é tema do Especial de Natal do Porta dos Fundos

Criação de Fábio Porchat, 'Te Prego Lá Fora' estreia nesta quarta, 15, na plataforma de streaming Paramount+; veja o trailer

Eliana Silva de Souza, O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2021 | 12h04

Como tem acontecido há algum tempo, fim de ano chega e com ele mais um Especial de Natal do Porta dos Fundos. Pela primeira vez em formato de animação, Te Prego Lá Fora estreia nesta quarta, 15, no Paramount+, em coprodução da Estricnina Desenhos Animados e com direção geral de Rodrigo Van der Put. Novamente com temática bíblica, o mote da atração agora é imaginar como seria a adolescência do menino Jesus, uma fase que é difícil para todo mundo, até para o filho de Deus. “A brincadeira é olhar para essa época da nossa vida que é tão conturbada, com problemas que parecem ser os maiores do mundo”, explica o criador do episódio Fábio Porchat, que também é o roteirista, junto com Gabriel Esteves e Jhonatan Marques.

A ideia é colocar Jesus nesse lugar, conta Porchat, “afinal ele era filho de Deus, também é Deus, mas ele, além disso, era humano”, diz o humorista. “Tanto é que Deus manda seu filho pro meio de nós para ele passar por tudo isso e sentir na pele o que é ser humano, e se ele é humano passou pela adolescência, passou por aquilo que tudo nós passamos, como ter espinha, se sentir feio, de gostar de alguém, ser sacaneado, ser bonzinho ou ser malzinho, fazer bullying ou receber bullying”, explica. Segundo ele, trata-se de uma parodia dos high schools americanos, tentando mostrar que é difícil para todo mundo passar por esse período, “até para Jesus”.

Enredo

Na história, o jovem Jesus, aqui com a cara e a voz de Rafael Portugal, é um menino muito bom, não consegue fazer maldade com ninguém. Por isso, é motivo de brincadeiras e tem dificuldades para lidar com os colegas. Seu único amigo, que está sempre ao seu lado e pronto para ajudá-lo, é Lázaro, interpretado por Fábio de Luca. Para piorar a situação do menino, o diretor do colégio é Barrabás (João Vicente), que acredita que o filho de Deus esteja por perto, mas ninguém sabe quem seria. Fica complicado para ele esconder seus poderes, que ele ainda não tem total conhecimento do que seja e de como controlá-los, o que o faz passar por situações complicadas. 

Novamente usando o seu humor habitual, Fábio Porchat coloca Jesus, o adolescente com rosto cheio de espinhas e que tem ao seu lado apenas um amigo, Lázaro, passando por momentos corriqueiros para quem é ou lembra como foi ser adolescente. E, como ele conta, ao conversar com alguns pastores e padres sobre os especiais de Natal do Porta, eles ficam curiosos para entender como o humorista chegou a tal interpretação. “Porque você viu Jesus sagrado e eu vejo Jesus humano, a figura filha de José e Maria, que viveu naquele momento”, explica Porchat, que sabe que a religiosa vê “Jesus como filho de Deus, que veio para nos livrar de todos os pecados”. 

Mas tudo o que ele coloca em seus textos são observações que extraiu da Bíblia, na leitura que faz exatamente para criar a atração. Com uma imaginação de adolescente, Porchat une o que captou do livro sagrado cristão para colocar os personagens em situações mirabolantes. A começar pelo nome da escola, Eva & Adão, até usar, em uma cena mais sangrenta, referências ao filme Carrie, a Estranha

Elenco

Fábio Porchat como Herodes e Jaqueu, João Vicente – Barrabás, Rafael Portugal – Jesus, Fábio de Luca – Lázaro, Estevam Nabote – Deus, Thati Lopes – Maria, Antonio Tabet – Eliézer, Gregório Duvivier – Jacó, Evelyn Castro – Daíde, Rafael Infante - Brian e Salomão, Nathalia Cruz – Madalena, Totoro - Bartholomeu, Soldado e Pai da Madalena, Noêmia Oliveira - Inês e Abdala, Joel Vieira - Cabeça Pervertido, Homem de Sodoma e Dono da Vaca e João Pimenta – Tomé.


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.