100 anos de Adoniran Barbosa

'Som Brasil' inaugura nova temporada na Globo com tributo ao compositor

24 de abril de 2010 | 16h00

Intérpretes. Atração recebe desde o grupo Demônios da Garoa até a cantora Céu

 

A Globo exibe o primeiro Som Brasil do ano, na madrugada de sexta-feira, 30, para sábado, à 1h40. Na estreia da nova safra, o sambista Adoniran Barbosa, que completaria 100 anos se estivesse vivo, será o homenageado. Colecionador de apelidos, o músico tinha João Rubinato como nome de batismo. Filho de imigrantes italianos, nasceu em 6 de agosto de 1910, em Valinhos, interior de São Paulo.

 

Aos 14 anos, passou a circular pelas ruas da capital paulista como entregador de marmitas. Na era de ouro do rádio, Adoniran fez sucesso como cantor, ator e compositor. Suas canções retratavam o cotidiano na cidade de São Paulo.

 

Para celebrar a estreia, a atriz Patricia Pillar, primeira apresentadora da atração, reassume a função excepcionalmente. No palco, músicos como Arnaldo Antunes e o grupo Demônios da Garoa, além de artistas mais novos como Céu e o rapper Renegado.

 

Set list. Os convidados interpretam sucessos como Saudosa Maloca, Prova de Carinho, Já Fui uma Brasa, Joga a Chave e, claro, Trem das Onze, entre outras. Pena que a atração seja apresentada tão tarde, mas é o único horário em que a Globo se permite ousar mais, colocando no ar caras nem tão conhecidas.

 

As próximas edições do programa serão apresentadas pela atriz Camila Pitanga, que reassume o posto. Som Brasil tem direção-geral e de Núcleo de Luiz Gleiser, e direção de Cacá Silveira.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.