Caio Gallucci
Caio Gallucci

'Um Sonho de Natal' tem coro, orquestra e participações especiais

Peça festeja o espírito solidário das crianças

Ubiratan Brasil, O Estado de S.Paulo

08 Dezembro 2017 | 06h02

Quando foram convidados para apresentar um programa especial de Natal no Teatro Porto Seguro, os atores e produtores Kiara Sasso e Lázaro Menezes pensaram inicialmente em um show, recheado de canções natalinas que apresentariam ao lado de amigos. Afinal, já era novembro e eles teriam menos de um mês de preparação. “Mas o assunto era tão estimulante, que decidimos criar uma história envolvendo crianças e o espírito natalino”, conta Kiara que, ao lado de Menezes, seu companheiro na vida e na arte, criou Um Sonho de Natal, auto que terá apenas três apresentações, desta sexta-feira, 8, até o domingo, 10.

+++ Líder do Ballet de Nova York é afastado e investigado por assédio

Com direito à trenó, neve artificial e luzes natalinas, o espetáculo é um deslumbramento e prega justamente o espírito apropriado para a época: a boa vontade para praticar boas ações. “Temos 15 crianças em cena e, durante os ensaios, além de cuidarmos das interpretações, fizemos questão de elas entenderem a importância da solidariedade”, conta Kiara, uma das principais atrizes do musical brasileiro.

+++ Palhaços Sem Fronteiras: apresentação lança novos projetos e arrecada fundos para 2018

Assim, Um Sonho de Natal começa com o casal entrando no teatro pela plateia, acompanhado das crianças. “Além da interação com a plateia, combinamos de contar uma história de Natal e, assim, a cada referência de um objeto (trenó, árvore), um ponto do teatro é iluminado e esse objeto aparece. “É como se brincássemos de contar uma história, que vai ser encenada para o público”, observa Menezes, ator e musicista de inúmeros recursos, especialmente na arte dos palhaços.

+++ Regina Duarte substitui Alessandra Negrini na última sessão de 'Volta ao Lar'

A trama acompanha uma tradição familiar que prepara a criança no momento em que atinge a idade em que a figura do Papai Noel não é mais mágica. É o que acontece com a pequena Tina, ensinada pelo irmão mais velho a assumir a função de um Noel, ou seja, pensando em ajudar alguém.

+++ Dramaturgo dos EUA é acusado de abuso sexual por 9 mulheres

A menina decide ajudar o vizinho que, ela observa, sempre está descalço quando vem buscar o jornal pela manhã, na porta de sua casa. Tina deixa um par de chinelos, que é recebido com certo receio pelo homem - logo se descobre que se trata de uma pessoa sempre mal humorada. “Só que, para surpresa geral, no dia seguinte, ele abre a porta e, de chinelos, está feliz da vida”, diverte-se Kiara.

Para o papel desse vizinho, o casal convidou três amigos que vão se revezar dia a dia. Nesta sexta, será vivido por Saulo Vasconcelos (“Ele dá um toque mais bronco ao homem”, diz Lázaro). Sábado, será a vez de Miguel Falabella (“O tom será mais professoral”) e, domingo, Alessandra Maestrini subirá ao palco (“Teremos um vizinho mais rabugento”). Papai Noel será vivido por Jonathas Joba e uma orquestra de dez músicos vai tocar clássicos como White Christmas e Bate o Sino.

UM SONHO DE NATAL

Teatro Porto Seguro 

Al. Barão de Piracicaba, 740. Tel.: 3226-7300. 6ª e sáb., 21h. Dom., 19h. R$ 90 / R$ 120. Até 10/1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.