Evan Agostini/Invision/AP
Evan Agostini/Invision/AP

Teatros da Broadway em NY exigirão vacina e máscara

As regras serão aplicadas até outubro nos 41 teatros da Broadway, informou a Broadway League

Agências, AFP

30 de julho de 2021 | 14h19

NOVA YORK, EUA - As salas da Broadway vão exigir que o público esteja vacinado e use máscara em todos os espetáculos - disse a indústria teatral de Nova York nesta sexta-feira, 30, no momento em que os Estados Unidos estendem a vacinação obrigatória contra a covid-19.



Artistas e pessoal de espetáculos e dos teatros também deverão estar imunizados, disse a Broadway League em um comunicado. 

As regras serão aplicadas até outubro nos 41 teatros da Broadway, afirmou a associação. 

As máscaras serão obrigatórias, salvo para comer, ou beber, em áreas específicas, acrescentou. 

"Uma política uniforme em todas as salas da Broadway na cidade de Nova York será mais simples para o nosso público e deve dar mais confiança sobre a forma como a Broadway trata a segurança do público", declarou a presidente da associação, Charlotte St. Martin.

Haverá exceções para menores de 12 anos, grupo não elegíveis para ser vacinado, e para pessoas com problemas médicos, ou fiéis de crenças religiosas que evitam as vacinas. Essas pessoas deverão apresentar um teste negativo de coronavírus para assistir aos espetáculos.

A Broadway League disse ainda que revisará sua política em setembro para as apresentações em novembro e os meses seguintes. Algumas regras poderão ser flexibilizadas, "se a ciência determinar".

Depois de fechar quando a primeira onda atingiu Nova York, no ano passado, a Broadway reabrirá totalmente em setembro. 

Antes de anunciar estas normas, os espetáculos Springsteen on Broadway e Pass Over já haviam advertido que os espectadores deveriam estar vacinados.

O anúncio dos teatros da Broadway surge depois de o Metropolitan Opera de Nova York ter informado, na terça-feira, que exigirá que espectadores e artistas estejam vacinados na próxima temporada. 

Na quinta-feira, 29, o presidente americano, Joe Biden, pediu a todos os funcionários federais que se vacinem, ou usem máscaras e apresentem teste negativo para covid-19. Também esta semana, os estados da Califórnia e de Nova York anunciaram que seus funcionários públicos precisam estar vacinados, ou terão de se submeter a testes semanais de detecção do coronavírus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.