Páprica Fotografia
Páprica Fotografia

Parque do Povo, recheado de Carlitos

Evento coordenado por Claudia Raia terá exibição de curtas, caracterização de crianças e encenação de musical

Ubiratan Brasil, O Estado de S. Paulo

02 Dezembro 2018 | 06h00

O Parque do Povo, no bairro de Chácara Itaim, em São Paulo, deverá ser ocupado por inúmeros Carlitos, a partir das 14 h deste domingo, 2. É quando começará um evento que vai ocupar praticamente todo o espaço recreativo em homenagem a Charles Chaplin (1889-1977), um dos maiores comediantes da história do cinema mundial. “Será um programa feito com muito carinho”, comenta a atriz Claudia Raia, responsável pela programação que vai se estender até de noite.

Segundo ela, haverá três tendas em que o cinema do humorista será o tema principal. Em duas, serão exibidos continuamente curta-metragens mudos de Chaplin, a maioria rodada no início do século passado quando o humorista inglês inicialmente exercitou seu talento, testando gestos e pantomimas que o consagrariam anos depois. “Ele foi um artista completo, trabalhando como ator, diretor, roteirista e até compositor”, observa Claudia.

A terceira tenda será especial, pois permitirá que as crianças sejam caracterizadas como Carlitos, como ficou conhecido no Brasil o genial vagabundo por Chaplin. “Tudo estará lá: a bengala, o chapéu coco, o bigodinho, as roupas. Em seguida, todas poderão posar para fotos dentro de um set externo de filmagem, que será montado ao ar livre e que vai reproduzir exatamente o cenário utilizado pelo comediante.”

O sonho de Claudia Raia é ver o parque povoado de pequenos Carlitos circulando alegremente. “Esperamos que cerca de 20 mil pessoas visitem o parque durante esse domingo.” O grande evento, no entanto, deverá começar às 18h, quando será exibida a última sessão de Chaplin, o Musical, superprodução que estreou em 2015 e que cumpriu sua derradeira temporada neste semestre, no Theatro Net SP.

“Será mesmo a despedida, não devemos mais montar o espetáculo”, conta Claudia, também produtora do espetáculo. “E será ainda mais emocionante porque será encenado ao ar livre, exatamente como foi no teatro fechado. E, melhor de tudo, com um acompanhamento musical.” De fato, em um palco com 320 m², o musical contará com a participação especial da Orquestra Fundação Theatro Municipal de São Paulo, composta por 25 músicos.

“Teremos 2 mil cadeiras para o público acompanhar a encenação”, explica Claudia, que contou com o patrocínio do Banco Santander. “Tenho experiência nesse tipo de apresentação, pois apresentei meu espetáculo Pernas pro Ar em lugares alternativos, como praças.”

Protagonizado por Jarbas Homem de Melo, em um dos grandes papéis de sua carreira, Chaplin, o Musical promove uma viagem no tempo para mostrar a vida e a carreira do grande artista, desde sua primeira performance, quando ainda era um garoto pobre em Londres, até sua consagração como criador de obras fundamentais do cinema, como Luzes da Cidade, O Garoto, Tempos Modernos e O Grande Ditador, entre outros.

Chaplin não apenas testava novas formas de trabalho como também utilizava a própria experiência como fonte de inspiração. Abandonado pelo pai alcoólatra e vivendo seus primeiros anos angustiado de ver a mãe ser levada para o asilo e, como consequência, como menor abandonado, de ser perseguido pela polícia, Chaplin desenvolveu como poucos o instinto de sobrevivência.

Para viver com precisão o papel do grande comediante, Jarbas, um verdadeiro colecionador de desafios, condicionou seu corpo ao gestual do comediante, cujas sutilezas servem para produzir o riso.

Planos. Encerrada essa fase, Claudia e Jarbas, também unidos na vida cotidiana, têm vários projetos engatilhados. Para o primeiro semestre de 2019, estudam a montagem de um musical. “Ainda não podemos divulgar o título pois estamos negociando os direitos”, explica Claudia.

Para o segundo semestre, no entanto, eles já sabem o que vão interpretar: Conserto para Dois. “É ‘conserto’ mesmo”, diverte-se a atriz. “Será uma comédia musical em que apenas nós dois vamos interpretar. O texto foi escrito por Ana Toledo e a direção musical será de Thiago Guimarães. E, como vamos viajar por várias cidades, teremos tempo para namorar também”, comenta, sorriso aberto.

SERVIÇO

EVENTO CHAPLIN    

Parque do Povo. Av. Henrique Chamma, 420, 

Chácara Itaim. A partir das 14h 

(Chaplin, o Musical, 18h). Grátis

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.