Novo espaço cultural é inaugurado com mostra de artes

Centro Compartilhado de Criação, que ocupa galpão de 1.200 m² na Barra Funda, manterá programação com salas de ensaio e oficinas

Leandro Nunes, O Estado de S. Paulo

25 de novembro de 2015 | 14h08

Inspirado na sede de grandes companhias europeias como o Théâtre du Soleil, o galpão pertencente ao ator Caco Ciocler a e ao produtor Ricardo Grasson abre suas portas nesta quarta-feira, 25, na Rua James Holland, 57, Barra Funda. 

Com área de 1.200 m² e pé direito de sete metros, o Centro Compartilhado de Criação (CCC) servirá para a produção de espetáculos, com salas de ensaio e oficinas de cenário e figurino, além de abrigar exposições de artes plásticas e fotografia.

No ano passado, mesmo sem ter sido inaugurado, o local recebeu ensaios de peças como A Gaivota, de Nelson Baskerville, O Camareiro, de Ulysses Cruz, com Tarcísio Meira, e Mantenha Fora do Alcance do Bebê, direção de Eric Lenate. Para o ano que vem, o CCC já foi consultado pela Mostra Internacional de Teatro para receber oficinas e ensaios. 

A festa de abertura traz a exposição Inquietudes de um Mundo em Mim, de Hélio Moreira Filho, além dos espetáculos Entrevista com Stela do Patrocínio, Plano Sobre a Queda e o show da banda #NãoRecomendados.

No domingo, às 20h, Ciocler encerra com 45 Minutos, monólogo em que vive um ator frustrado com seu ofício e com raiva do que o teatro se transformou

Mais conteúdo sobre:
Caco CioclerTeatro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.