Tim P. Whitby/REUTERS
Tim P. Whitby/REUTERS

Musical 'Cinderella' em Londres tem estreia cancelada por caso de covid

Decisão foi tomada pelo compositor Andrew Lloyd Webber depois que pessoa do elenco testou positivo

Reuters, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2021 | 09h25

O compositor e produtor musical Andrew Lloyd Weber cancelou, nesta segunda-feira, 19, a estreia de sua produção londrina de Cinderella, e disse que não tinha ideia de quando ela poderia seguir em frente, culpando as "condições impossíveis" impostas pelo governo britânico. 

Lloyd Webber disse que uma pessoa do elenco havia testado positivo para o coronavírus, mas que as regras de quarentena e isolamento para todos os demais atores - todos testaram negativo - significam que o espetáculo não poderia estrear na data programada para a próxima terça-feira. 

"Fui forçado a tomar a triste decisão de não estrear meu musical Cinderella", disse Lloyd Webber em nota. "As condições impossíveis criadas pelo brusco instrumento que é o guia de isolamento do governo significam que não podemos continuar."

A abordagem moderna de Cinderella é um novo musical altamente esperado após o fechamento dos teatros por quase 18 meses por conta da pandemia. Lloyd Webber disse que não tem ideia de quando Cinderella poderia estrear. "Eu não posso responder", disse ele a jornalistas. "Vamos estrear aqui, mas quem sabe quando? 2084?".

Lloyd Webber, criador de espetáculos de sucesso como Cats e O Fantasma da Ópera, é uma das figuras mais influentes e bem sucedidas no mundo teatral e que foi uma voz importante liderando o pedido de ajuda aos profissionais do teatro durante a pandemia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.