Charles Sykes/Invision/AP
Charles Sykes/Invision/AP

Morre Joe Masteroff, aos 98 anos, o autor do libreto do musical 'Cabaret'

Espetáculo considerado como o mais charmoso já escrito ganhou versão cinematográfica em 1972, dirigida por Bob Fosse e estrelada por Liza Minnelli, Michael York e Joel Gray

Reuters

29 Setembro 2018 | 20h28

NOVA YORK (Reuters) - Joe Masteroff, o ganhador do prêmio Tony pelo brilhante libreto do musical Cabaret e do romântico She Loves Me, morreu aos 98 anos. Masteroff morreu sexta-feira em Englewood, New Jersey, informou a Roundabout Theatre Company, que produziu recentes revivals de seus espetáculos mais amados.

Claudia Raia: a grande dama do cabaré

“Hoje lamentamos profundamente a perda do nosso amigo Joe Masteroff, um dos mestres do grande musical americano do século 20. She Loves Me e Cabaret ajudaram a moldar nosso teatro, e tivemos a honra de apresentá-los na Broadway”, afirmou Todd Haimes, diretor artístico e diretor executivo da Roundabout Theatre Company. “Joe era um colaborador próximo e um amigo querido. Nossos pensamentos e orações estão com seus amigos e familiares.” 

 

Masteroff nunca foi prolífico, mas deixou uma marca profunda no teatro com dois espetáculos aparentemente opostos. Um é considerado por muitos como o musical mais charmoso já escrito e o outro um musical sombrio com os nazistas sinistros.

“Eu tive uma carreira limitada, mas está tudo bem”, disse ele à Associated Press em uma entrevista em 2015, quando outra turnê nacional de Cabaret começou. 

 

Masteroff, nascido na Filadélfia, esperava, ainda jovem, escrever peças de teatro e depois de servir na 2.ª Guerra Mundial, fez um curso de dramaturgia. Ele não encontrou muito sucesso até que sua comédia de 1959, The Warm Peninsula, chegou à Broadway, estrelada por Julie Harris.

“Um dia meu agente ligou e disse ‘Joe, eu tenho notícias maravilhosas. Julie Harris quer fazer sua peça. E não é só isso, ela quer fazer uma turnê por um ano nos Estados Unidos e depois levá-la para Nova York’. Naquele dia minha vida mudou.”

O show só conseguiu 86 performances na Broadway, mas na sequência Masteroff foi convidado a escrever o libreto para She Loves Me, com músicas de Jerry Bock e Sheldon Harnick. Foi produzido pelo lendário Hal Prince. 

 

Liza Minnelli completa 65 anos após vida conturbada e carreira brilhante

Cabaret foi um dos primeiros dos chamados musicais de "conceito", em que o livro, a música, as letras, o cenário, os figurinos e a iluminação funcionavam juntos para transmitir a ideia do programa. A versão cinematográfica de 1972 foi dirigida por Bob Fosse e estrelada por Liza Minnelli, Michael York e Joel Gray.

Um revival na Broadway de Cabaret, do diretor Sam Mendes e do coreógrafo Rob Marshall estrelado por Alan Cumming, ganhou o Tony em 1998 e foi revivido novamente em 2014 com Cumming a bordo e atrizes como Michelle Williams, Emma Stone e Sienna Miller interpretando Sally.

Mais conteúdo sobre:
teatroJoe Masteroff

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.