Christophe Ena/ AP
Christophe Ena/ AP

Morre coreógrafa do bem-sucedido musical 'Cats', a britânica Gillian Lynne

Lynne recebeu duas vezes a premiação máxima do teatro britânico, os prêmios Olivier

AFP

02 Julho 2018 | 10h41

A britânica Gillian Lynne, coreógrafa de bem-sucedidas comédias musicais como Cats e O fantasma da ópera, morreu neste domingo, 1, aos 92 anos - anunciou seu marido no Twitter.

Com "o coração partido", seu marido, o ator Peter Lang, anunciou que sua "querida esposa e amiga e amor durante 40 anos faleceu às 18h20 (locais) de 1º de julho de 2018", no Hospital Princess Grace de Londres.

Gillian Lynne começou sua carreira como bailarina clássica e depois contribuiu na produção artística de mais de 50 espetáculos.

Entre as grandes conquistas de sua carreira estão as coreografias de duas das comédias musicais mais famosas do mundo, compostas pelo britânico Andrew Lloyd Webber: Cats (1981), um espetáculo inspirado em poemas do escritor inglês T.S. Eliot e que conta a história de um grupo de gatos, e O fantasma da ópera (1986), inspirado no livro de Gaston Leroux.

Essas duas montagens conquistaram milhões de espectadores no mundo e continuam em cartaz em Londres, mais de três décadas depois de sua criação.

"Adeus minha muito querida Gillie, três gerações de comédias musicais lhe devem muito", tuitou Andrew Lloyd Webber.

Gillian Lynne recebeu duas vezes a premiação máxima do teatro britânico, os prêmios Olivier. Em junho, o teatro londrino New London Theatre foi rebatizado com seu nome, o primeiro teatro do West End, o bairro dos espetáculos nessa capital, a levar o nome de uma mulher.

 

Mais conteúdo sobre:
musical [teatro]Gillian Lynne

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.