EFE
EFE

Morre aos 80 anos o coreógrafo britânico Lindsay Kemp

Também mímico, ator, pintor, cenógrafo, ele influenciou vários artistas, como David Bowie e a cantora Kate Bush

O Estado de S. Paulo

25 de agosto de 2018 | 14h01

O coreógrafo, mínico, ator e bailarino britânico Lindsay Kemp morreu na noite de sexta-feira, dia 24, aos 80 anos, na cidade italiana de Livorno.

Nascido em 3 de maio de 1938 em South Shields, no Reino Unido, Kemp foi precursor numa das correntes mais criativas do teatro de dança europeu. Foi aluno de Marcel Marceau, considerado o melhor mímico da história dessa arte e obteve o reconhecimento internacional no Festival de Edimburgo, em 1968. Kemp se tornou conhecido nos anos 1960, com sua primeira companhia de dança, que levava o seu nome, e o esperáculo Flowers

 

Colaborou e influenciou vários artistas como David Bowie e Kate Bush, para quem deu aulas de dança. Em relação a Bowie, foi fundamental o seu trabalho para Bowie mostrar toda a sua expressão corporal. Além disso, inspirou a criação do personagem Ziggy Stardust, e integrou as apresentações de Bowie em 1972, em Londres.

Os 40 anos de Ziggy Stardust

Nos últimos anos, Kemp trabalhou na Itália, no teatro Goldini, onde foi professor de dança e teatro. Como ator trabalhou em filmes como O Homem de Palha, de 1973, entre vários outros.

Tudo o que sabemos sobre:
Lindsay Kempdançateatro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.