Elisa Mendes
Elisa Mendes

Mito grego inspira monólogo reflexivo

Gregório Duvivier faz ‘Sísifo’, peça escrita por ele e Vinicius Calderoni (também diretor), alegoria sobre os problemas atuais

Ubiratan Brasil, O Estado de S. Paulo

13 de setembro de 2019 | 16h25

Sob o olhar tecnológico dos dias atuais, o mito de Sísifo inspiraria um belo gif - afinal, a história do homem que carrega diariamente uma pedra morro acima para vê-la rolar ladeira abaixo e começar tudo de novo no dia seguinte se assemelha àquelas animações rápidas, de poucos segundos, que se repetem ininterruptamente.

Foi esse raciocínio que convenceu dois artistas inquietos, Gregório Duvivier e Vinícius Calderoni, a criarem o monólogo Sísifo, estrelado pelo primeiro e dirigido pelo segundo, e que estreia no Sesc Santana nesta sexta, 13. São 60 cenas curtas em que o ator repete sempre o mesmo movimento: o de caminhar pelo palco de um ponto a outro. Nesse trajeto, ele fala de diversos assuntos em apenas um quadro, ou seja, repete a intenção de gifs e também de memes, que é a de resumir uma situação por vezes complexa em apenas uma imagem.

“Buscamos um tipo de repetição que nos interessasse para tratar de assuntos atuais”, comenta Calderoni. “Percebemos como isso dava combustível para falar do momento histórico brasileiro, ao mesmo tempo em que falamos sobre travessia, sobre um trajeto que é preciso seguir. Não se chega a um novo Brasil sem passar por um Brasil distópico. Não se chega a um lugar sem passar por outro.”

Em cena, Duvivier caminha sobre uma rampa de 1,5m e, ao longo do espetáculo, apresenta uma encenação de fôlego. “O ato teatral se assemelha ao trabalho de Sísifo, pois, terminada uma sessão, retomamos do zero na seguinte”, observa ele, que vê, em seu monólogo, uma alegoria da crítica situação atual. “Nesse tempo de erosões democráticas, eu extravaso o que sinto.”

E, para um trabalho em que a síntese é decisiva, Calderoni conta ter buscado inspiração nos cartuns de Millôr Fernandes e Laerte. “Os dois mostram a força da concisão e sua poética pontiaguda.”

 

SÍSIFO

SESC SANTANA.

AV. LUIZ DUMONT VILLARES, 579. TEL.: 2971-8700. 6ª E SÁB., 21H (EXCETO 12/10, ÀS 18H). DOM., 18H. R$ 40. ATÉ 20/10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.