AFP/Arquivos / Frederick M. Brown
AFP/Arquivos / Frederick M. Brown

Dramaturgo americano Terrence McNally morre de complicações do novo coronavírus

Sua morte ocorreu horas depois de o saxofonista camaronês Manu Dibango, uma lenda do jazz africano, falecer de COVID-19

Redação, AFP

25 de março de 2020 | 08h01

Terrence McNally, dramaturgo e roteirista americano ganhador de quatro prêmios Tony e um Emmy, morreu nesta terça-feira, 24, aos 81 anos de complicações de saúde causadas pelo novo coronavírus.

O relações públicas de McNally disse em um comunicado enviado à AFP que o artista, sobrevivente de um câncer de pulmão, vivia com uma doença pulmonar crônica. Ele morreu hospitalizado na Flórida.

Abertamente gay, abordava temas como o amor, a homofobia e a aids, e escreveu obras como Master Class e musicais como Kiss of the Spider Woman e Ragtime.

McNally é uma das primeiras celebridades a sucumbir na pandemia do novo coronavírus, que matou pelo menos 18.259 pessoas no mundo, segundo o balanço mais recente feito pela AFP.

Sua morte ocorreu horas depois de o saxofonista camaronês Manu Dibango, uma lenda do jazz africano, falecer de COVID-19.

Tudo o que sabemos sobre:
Terrence Mcnally

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.