Jennifer Glass
Jennifer Glass

Comédias, clássicos e danças: confira a programação dos teatros paulistanos

Dentre os destaques, reestreia de 'Esperando Godot', de Samuel Beckett, com direção de José Celso Martinez Correa

Danilo Casaletti, Especial para o Estadão

06 de maio de 2022 | 05h00

O clássico Esperando Godot, de Samuel Beckett, com direção de José Celso Martinez Correa, reestreia no Teatro Oficina. Com 3h30 de duração, a peça conta a história de dois palhaços, Estragão (Marcelo Drummond) e Vladimir (Alexandre Borges), que se encontram em uma estrada no fim do mundo e ficam entre a paralisia e a tomada de ação. Enquanto isso, eles esperam Godot, embora não saibam quem ou o que ele é. 5ª a sáb., 20h; dom., 18h. Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona. R. Jaceguai, 520, Bixiga. R$ 25/R$ 80. Até 19/6. Ingressos aqui.

Festival italiano

A segunda edição de SCENA, Semana da Cena Italiana Contemporânea apresenta quatro produções cênicas italianas inéditas e contemporâneas no Brasil. Os espetáculos selecionados são Gentil Unicórnio (Gentle Unicorn) e O Animal (L'Animale), ambos de Chiara Bersani, Tiresias, de Giorgina Pi e Bluemotion, e Curva Cega (Curva Cieca), de Muna Mussie. Além das apresentações, haverá roda de conversas com criadores e atores. De 3º (10) a 15 de maio. Sesc Pompeia. R. Clélia, 93, Pompeia. R$ 20/R$ 40. Programação completa aqui.

Muita palhaçada

A companhia La Mínima, fundada pelos palhaços Fernando Sampaio e Domingos Montagner, comemora 25 anos de carreira com uma mostra de repertório que inclui as peças A Noite dos Palhaços Mudos, À La Carte e Ordinários. Neste fim de semana, serão encenadas A Noite dos Palhaços Mudos no sábado (7), às 21h, e no domingo (8), às 20h. À La Carte terá sessão apenas no domingo, às 16h.  Centro Cultural São Paulo. Sala Jardel Filho. R Vergueiro, 1.000, Paraíso. Grátis (retirar ingresso 1h antes). Até 15/5. 

Questões do feminino

A comédia de circo-teatro Das Cinzas Coração, da companhia Quimera Criações Artísticas, junta a atmosfera do cinema mudo com a técnicas de palhaço para contar a história de Aurora, uma jovem que tem suas habilidades subestimadas e desejos adormecidos, como tantas mulheres brasileiras. Estreia 5ª (12). 5ª a sáb., 20h. Sesc Pinheiros.  Auditório. R. Paes Leme, 195, Pinheiros. R$ 9/R$ 30. Até 21/5. Compre aqui.

Vozes da sanidade

Em formato híbrido, com sessões presenciais e virtuais, a peça Em Busca de Judith investiga as vozes femininas silenciadas pela estrutura manicomial e pelo conceito de loucura. A história tem como base a vida de Jéssica Barbosa, idealizadora do espetáculo do espetáculo ao lado de Pedro Sá Moraes, que até os 32 anos de idade pensava que a avó paterna havia morrido em um acidente de carro. 5ª a sáb., 2oh; dom., 19h. Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, Metrô Brigadeiro.  Grátis (reservar aqui). Até 15/5.

Amor de Mãe

O monólogo Sorriso de Mãe, escrito por Gabriel Chalita e protagonizado por Joelson Medeiros, narra as lembranças que um filho tem com sua mãe. Em tom amoroso, ele revive momentos marcantes e traz de volta personagens que fizeram parte da história de ambos. A direção é assinada por Fernando Philbert. Estreia hoje (6). Teatro Eva Herz. Av. Paulista, 2.073, Cerqueira César. R$ 60. Até 26/6.  Compre aqui.

Stand-up

O ator e comediante Oscar Filho apresenta o espetáculo Alto - Biografia Não Autorizada, baseado em seu livro intitulado Autobiografia não Autorizada. O texto trata das desventuras de Filho desde sua infância até a parada forçada por conta da pandemia, quando ele se apresentava em um cruzeiro. Reestreia sáb. (7). Sáb., 23h. Teatro MorumbiShopping. Av. Roque Petroni Júnior, 1.089, Morumbi. R$ 60. Até 28/5. Garanta o seu ingresso.

Homenagem à Clarice

O espetáculo de dança Vinte, da Focus Cia de Dança, faz uma homenagem ao universo da escritora Clarice Lispector. Em cena, oito bailarinos, dirigidos e coreografados por Alex Neoral, representam temas como vida, morte, mulher, maternidade, amor e alma. A trilha sonora é assinada por Felipe Habib e Plínio Profeta. Sáb. (7) e dom. (8), 20h.  Teatro Alfa. R. Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro. R$ 50/R$ 100. Compre aqui.

Em contato com o mundo

Criação do Coletivo Ruínas, a instalação performativa de dança contemporânea Corpo Crustáceo mostra a relação do corpo humano com diferentes ambientes da natureza, como rios e áreas verdes. Com elementos cênicos como 400 quilos de pedra, a performer Michele Carolina mostra, por meio de micro movimentos, novas descobertas de sua interação com esses cenários. Hoje (6) e sáb. (7), 20h; dom. (8), 18h. Teatro Arthur Azevedo. Av. Paes de Barros, 955, Mooca. Grátis (retirar 1h antes).
Tudo o que sabemos sobre:
teatroSesc Pompéiacomédia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.