José Romero
José Romero

Cia Balangandança está em cartaz com 'Presente! Feito da Gente'

Espetáculo usa a dança para incentivar as crianças a descobrir uma maneira mais leve e sensível de ver o mundo

Fernanda Perniciotti, ESPECIAL PARA O ESTADO

06 Julho 2018 | 18h50

Com a chegada das férias, as crianças se transformam no centro das atenções. No entanto, em arte, alguns trabalhos fazem da infância o mote de sua criação ao longo do tempo. É o caso da Balangandança Cia de Dança, que está em cartaz com Presente! Feito da Gente, no Sesc Consolação, neste sábado, 7, e no próximo, dia 14, às 11h.

+++ 15 atrações infantis para aproveitar o fim de semana em São Paulo

+++ Cia dos Atores celebra 30 anos com antenas ligadas

Geórgia Lengos criou a Balangandança em 1997, para fazer dança com as crianças. É importante dizer ‘com’, porque as crianças não são apenas o público-alvo: “Não era só uma proposta cênica, mas o desejo de investigar uma linguagem corporal e coreográfica que tivesse a ver com o universo infantil. Isso ia além de fazer uma coreografia para crianças”, é o que conta Geórgia sobre o início.

O diagnóstico de que, à época, havia uma ausência, na dança, de iniciativas voltadas à infância, moveu o desejo por produzir um trabalho comprometido com a educação. “Na história da Cia, sempre existiu essa preocupação de respeitar a infância como uma fase basal”, afirma Dafne Michellepis, na Cia desde o início, ao que completa Geórgia: “Existia uma responsabilidade em pensar como é determinante o jeito como a infância acontece. A questão do brincar, dos espaços, da obesidade infantil. Tudo isso não estava restrito à dança, mas ao corpo e à educação da criança”.

+++ Espetáculo leva público para a cama no Festival Internacional de São José do Rio Preto

+++ Além de seu monólogo, Pedro Cardoso encena outras duas peças ao lado de Graziella Moretto

O projeto comemorativo de 20 anos, Presente! Vaivém do Tempo, contemplado pelo 21.º Fomento à Dança, promoveu ações que tratavam da memória do grupo: uma JAM para crianças, que contou com artistas que estavam na fundação da Balangandança, além de Dafne: Lilian Vilela, Coré Valente, Alexandre Cicconelo, Maristela Estrela e Anderson Gouvêa; a remontagem de O Tal do Quintal (2006), em duas versões: com o elenco original e com a formação atual; e o espetáculo que está estreando, Presente! Feito da Gente.

Entre suas ações, desde 2014, a Cia vem realizando vivências com crianças da aldeia Krukutu e da vila caiçara, de Picinguaba, em Ubatuba. “São muitas as culturas da infância em encontro. Vem daí o Presente! Feito da Gente, que pergunta por um vínculo que é duradouro e continua a reverberar no corpo”, diz Alexandre Medeiros, integrante da companhia há 15 anos.

A natureza e o tempo foram os assuntos que mobilizaram a criação do novo trabalho. “A gente foi olhar para a relação com as materialidades da natureza, com as múltiplas experiências da temporalidade, na infância e nas culturas diversas. Uma vivência prolongada de encontrar com essas crianças no que é delas, naquele espaço”, afirma Alexandre.

Além dos espetáculos, o grupo também desenvolve debates, seminários e publicações. Dentre eles, o Forinho, que, em 2017, chegou à 6.ª edição, com o apoio do Itaú Cultural. “No Forinho, o sentido é valorizar e abrir os olhos em um lugar de aprofundamento dessa linguagem”, diz Geórgia, explicando que o foco da Cia é ampliar a reflexão sobre o tema.

O caráter investigativo da Cia pretende ir na contramão de iniciativas mais espetacularizadas. “Há uma preocupação em proporcionar uma experiência estética, algo com que as crianças se identifiquem mesmo, para além do que a mídia mostra. E isso, às vezes, é estranho, dolorido, mal-acabado, e nem sempre é o que está bonitinho”, afirma Dafne.

Atualmente, com todas as transformações tecnológicas, questionar a ideia de criança nos espetáculos infantis é indispensável. Não ficar preso à nostalgia parece ser um passo, e, por isso, a Balangandança não abre mão de estar conectada ao nosso tempo, lembrando que existe algo na ludicidade que precisa ser resgatado por quem se preocupa com a infância, hoje.

PRESENTE! FEITO DA GENTE

Sesc Consolação. Rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, tel. 3234-3000. Sáb. (7) e dia 14, às 11h. R$ 5/R$ 17.

Mais conteúdo sobre:
teatro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.