EFE/ Carlos Ortega
EFE/ Carlos Ortega

Bogotá estreia espetáculo de teatro em formato drive-in

O Teatrino de los Andes abriga veículos estacionados, em uma área de 17 mil metros quadrados

EFE, O Estado de S.Paulo

07 de setembro de 2020 | 15h18

Com a apresentação da peça Caliente Caliente, uma comédia musical sobre a menopausa, Bogotá deu início a uma iniciativa de "autodiagnóstico" ao ar livre para se reativar após mais de cinco meses de quarentena devido à pandemia do coronavírus.

De seus veículos estacionados no Teatrino de los Andes, uma área de 17.000 metros quadrados na periferia da capital onde funcionou no passado o Hipódromo de los Andes, os primeiros assistentes da obra, protegidos com máscaras, puderam ver este final de semana a atuação das quatro atrizes que dão vida a um show sobre os sintomas da menopausa.

É uma ideia semelhante à dos drive-ins, mas com a diferença de que no “auto-teatro” não há projeção senão atores ao vivo, com todos os desafios que isso acarreta em questões técnicas e em relação ao público.

“Estamos inaugurando o sistema de 'auto-teatro' onde as pessoas encontram a possibilidade de virem ver obras ao vivo e com a tranquilidade de poderem ver do carro. O isolamento é perfeitamente coordenado, não correm nenhum perigo”, explicou à Efe o produtor de teatro, Horacio Sterling.

Tudo o que sabemos sobre:
Bogotá [Colômbia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.