Simon Dawson/ Reuters
Simon Dawson/ Reuters

Bailarina africana Francesca Hayward salta dos palcos à tela em 'Cats'

Jovem do Quênia emprestou os vocais para música escrita por Taylor Swift e Andrew Lloyd Webber; canção foi indicada ao Globo de Ouro

Sarah Mills/ Reuters, Agência

13 de dezembro de 2019 | 09h15

LONDRES - A bailarina britânica Francesca Hayward está se aprontando para dar um salto dos palcos para a tela dos cinemas na versão cinematográfica do musical Cats.

Na atual temporada de final de ano, a dançarina principal do Royal Ballet aparecerá em uma produção de Coppelia, na Royal Opera House de Londres.

Ao mesmo tempo, ela aparecerá em cinemas de todo o mundo como a gata Vitória no filme baseado na peça de sucesso do compositor e compatriota Andrew Lloyd Webber.

A estrela de 27 anos teve a companhia de Taylor Swift, Judi Dench, Ian McKellen, Jennifer Hudson, Idris Elba e James Corden.

"Quando era mais nova, dançava acompanhando muitos vídeos de balé... mas um dos meus vídeos favoritos era Cats", disse Hayward em uma entrevista concedida à Reuters. "Convidava minhas amigas para brincar comigo e colocava Cats, e sempre era Vitória”.

Vitória tem um papel maior no filme, no qual os rostos dos atores são visíveis e seus corpos são cobertos por peles geradas por computador. Hayward também canta uma nova música, Beautiful Ghosts, que foi escrita por Swift e Lloyd Webber e indicada a um Globo de Ouro de Melhor Canção Original na última segunda-feira, 13.

“Sempre tive papéis na cabeça... que achava que interpretaria, talvez, possivelmente, mas tenho que dizer que nunca pensei de verdade que um dia seria Vitória, já que isso não está em nosso repertório de balé”, disse ela.

“Achei assustador cantar... tive um dia muito surreal no set em que me pediram para ir à sala de música e Taylor estava lá, e basicamente ela cantou para mim o solo que eu cantaria no filme... e no final ela disse ‘está bem assim?’. Eu disse ‘Claro, está bem assim. Darei meu melhor’”.

Nascida em Nairóbi, no Quênia, Hayward, que começou a dançar aos três anos, treinou na Royal Ballet School, formando-se na companhia quase 10 anos atrás. Ela se apresentou em O Quebra-Nozes, Frankenstein, O Lago dos Cisnes e Dom Quixote, entre outros, e atualmente ensaia para Onegin.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.