SouzaInfantas/Apac
SouzaInfantas/Apac
Imagem João Wady Cury
Colunista
João Wady Cury
Palco, plateia e coxia
Conteúdo Exclusivo para Assinante

ArCênico: Trupe mineira invade a Bolívia

O grupo começou no FitCruz, em Santa Cruz de la Sierra, festival onde apresentaram a peça 'Contrações', de Mike Bartlett

João Wady Cury, O Estado de S. Paulo

09 de maio de 2019 | 02h00

As atrizes Débora Falabella e Iara de Novaes, a dramaturga Silvia Gomez e o produtor Gabriel Fontes Paiva, chegaram há dias à Bolívia cheios de ideias. Começaram no FitCruz, em Santa Cruz de la Sierra, festival onde apresentaram a peça Contrações, de Mike Bartlett. Na terça, 7, começou o processo da nova peça de Silvia, que deve estrear em setembro: Neste Mundo Louco, Nesta Noite Brilhante. “Parto de um encontro inventado e delirante entre duas mulheres numa estrada abandonada, depois de uma ser estuprada”, diz Silvia. Lá vem.

ANTUNES SAFADINHO 

A estreia de Angels in America, marcada para sexta passada, só aconteceu no dia seguinte, sábado. O culpado? Uma pane elétrica no teatro do Sesc Vila Mariana. Corre nos bastidores outra versão para o blecaute, que atribui aos deuses do teatro o apagão. Ou melhor, a um novo deus: o recém-empossado Antunes Filho, morto semana passada. Tudo porque o diretor não teria gostado de saber que o teatro foi batizado com seu nome, agora Teatro Antunes Filho. A amigos dizia ter horror desse tipo de homenagem. A vingança veio com amor e fúria, do jeito que o teatro gosta. 

ABUJAMRA MORA NO BRÁS 

Outro que cantou pra subir, Antonio Abujamra (1932-2015) pode ser encontrado agora no Brás, no centro paulistano. Mais exatamente na SP Escola de Teatro. É ali que foi criada uma sala especial para receber os mais de 10 mil objetos de seu acervo pessoal, dentre livros, peças, fotografias, programas de teatro e vídeos. O projeto é de J. C. Serroni, cenógrafo que trabalhou mais de 40 anos com Abujamra. “Não poderia eu imaginar, que esse seu valioso acervo viesse parar na SP Escola de Teatro. Que privilégio e que honra poder abrigar esse seu acervo fundamental sobre teatro”, diz o cenógrafo no texto em que homenageia Abu. Serroni também trabalhou no CPT do Sesc com Antunes. 

  

TRAQUINA EM BRASÍLIA  

Mais viva do que nunca, a diretora Bia Lessa (Grande Sertão: Veredas), outra que trabalhou com Antunes, nos anos 1980, também foi pega de surpresa. Um problema no teatro do CCBB de Brasília adiou a estreia de sua nova montagem, o musical Macunaíma, com a trupe da Barca dos Corações Partidos. A peça estrearia na próxima segunda-feira, 13. Ficou para junho. Ah, Antunes, que safadinho... 

3 perguntas para...

Flavio de Souza - Dramaturgo e ator, gostaria de morrer cantando

1. O que é ser ator?

Convencer as pessoas da plateia a fingir que o que está rolando no palco está realmente acontecendo.

2. Com qual personagem se parece?

Com o Tíbio, da dupla Tíbio e Perônio, do programa Castelo Rá-Tim-Bum, que eu interpretava. Sou muito curioso, bem infantil e um pouco alucinado. 

3. Frase arrebatadora?

O teatro está lotado!

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Antonia Fontenelle fala sobre áudio em que critica Otaviano Costa e Flávia Alessandra
  • Atores de 'Liga da Justiça' pedem lançamento de Snyder Cut, versão original do filme
  • Nazismo no Brasil: País tem mais de 300 células que seguem a ideologia

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.