No primeiro semestre de 2015, São Paulo terá sala multiúso

Parceria entre o banco e a construtora WTorre, Teatro Santander será o maior da cidade, com capacidade de até 1.800 lugares

Murilo Bomfim, O Estado de S. Paulo

30 de outubro de 2014 | 15h40

Com capacidade para 1.530 espectadores, o Teatro Renault está prestes a perder o título de casa com o maior número de assentos em São Paulo. Uma parceria entre o banco Santander e a construtora WTorre vai gerar o Teatro Santander, que terá espaço para até 1.800 pessoas.

Projetado pelo escritório de arquitetura americano EDR, o espaço foi pensado para ser multiúso. Por isso, sua estrutura será maleável: dependendo do evento, será possível, por exemplo, remover as poltronas do piso térreo, unindo-o ao palco. “A tecnologia facilitará a transformação do espaço”, diz o diretor de design da EDR, Steve Dumez, afirmando que o teatro poderá receber desde grandes musicais até feiras de automóveis.

Com data de inauguração estimada para o primeiro semestre de 2015, o teatro já começou a ser construído. O prédio integra o Complexo JK, que tem 410 mil m² e reúne três torres empresariais, à sede do banco Santander e ao shopping JK Iguatemi, na região do Itaim Bibi.

Embora a programação e a equipe curatorial ainda não estejam definidas, o diretor geral da WTorre Entretenimento, Rogério Dezembro, adiantou ao Estado o interesse em trazer, entre outros gêneros, espetáculos musicais. O valor do investimento no projeto não foi divulgado. 

Tudo o que sabemos sobre:
TeatroSantander

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.