Morre Sebastião Milaré

Aos 68 anos, crítico de teatro lutava contra câncer no intestino

Murilo Bomfim, O Estado de S. Paulo

10 de julho de 2014 | 15h23

O crítico e teórico de teatro Sebastião Milaré morreu na manhã desta quinta-feira, 10, às 9h30, no Hospital Cruz Azul de São Paulo, no bairro do Cambuci. Com câncer no intestino diagnosticado há cerca de um mês, ele estava internado desde a última segunda-feira.

Nascido em Guapiaçu (SP), Milaré assinou críticas teatrais na década de 1970, no Diário do Grande ABC. Estudioso da obra de Antunes Filho, publicou ensaios sobre o trabalho do diretor. Recentemente, participou da produção de programas relacionados a teatro na Sesc TV sob direção de Amílcar Claro, como o Teatro e Circunstância, ainda no ar. "Viajamos o Brasil inteiro atrás de companhia de teatro para o programa", diz Claro. "A morte de Milaré é uma profunda tristeza."

Morador do centro de São Paulo, Milaré teve seu prédio interditado após um incêndio em uma academia no cruzamento da Avenida Ipiranga e a Rua do Boticário, em novembro do ano passado. Desde então, ele passou a morar em uma quitinete na Rua Barão de Itapetininga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.