RANY CARNEIRO/DIVULGAÇÃO
RANY CARNEIRO/DIVULGAÇÃO

Morre o dramaturgo Luiz Carlos Góes

Parceiro de Miguel Falabella, carioca colaborou com o roteiro da série ‘Sexo e as Negas’, no ar na TV Globo

O Estado de S. Paulo

22 de outubro de 2014 | 17h20

Morreu nesta quarta-feira, 22, o dramaturgo Luiz Carlos Góes por complicações decorrentes de um câncer. O carioca tinha 69 anos e estava internado no hospital Quinta D’Or, no Rio. O velório está marcado para esta quinta, às 8h, no Cemitério do Caju.

Com trabalhos para teatro, cinema e televisão, Góes ficou marcado por sua relação com o humor. Entre suas colaborações estão os programas Sai de Baixo, Os Trapalhões, e novelas como Sete Pecados.

Em seus trabalhos mais recentes, em parceria com Miguel Falabella, participou dos roteiros de Toma Lá Dá Cá, Pé na Cova e Sexo e as Nega  esta atualmente no ar pela Rede Globo.

No teatro, escreveu Boom!, em comemoração aos 25 anos da carreira de Jorge Fernando e reuniu peças no livro Teatro Nervoso, lançado em setembro do ano passado. Góes tinha indicações ao Shell e, em 2009, conquistou o prêmio ATPR de melhor autor pela peça As Meninas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.