Evelson de Freitas/ Estadão
Evelson de Freitas/ Estadão

Thiago Lacerda integra espetáculo sem diretor ou ensaios

'White Rabbit, Red Rabbit' está em cartaz no Teatro Ágora

Maria Eugênia de Menezes, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2013 | 16h56

Thiago Lacerda participa no domingo de um espetáculo que prescinde de cenário, ensaios ou diretor. Trata-se de White Rabbit, Red Rabbit (Coelho Branco, Coelho Vermelho), texto do iraniano Nassim Soleimanpour, que está em cartaz no Teatro Ágora. Com uma estrutura diferente da convencional, a peça conta com um elenco rotativo: a cada dia, um intérprete diferente. Outra premissa importante para a montagem é a surpresa, o ator não pode conhecer o texto antes de subir ao palco. Será apenas diante do público que ele (ou ela) poderá abrir o envelope e começar a se familiarizar com o enredo.

White Rabbit, Red Rabbit já foi vista na Inglaterra, Escócia, Austrália, Itália, Estados Unidos, Alemanha, Irlanda, Polônia, Egito e Grécia.  No Reino Unido, a peça chegou a contar com a participação de Arthur Darvill - ator conhecido por interpretar o protagonista do seriado Dr Who - e do cineasta Ken Loach. No Brasil, mereceu versões no Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto e em São Paulo, no Sesc Vila Mariana. Ainda que sua descrição  - um texto a ser lido por um ator - sugira tratar-se de uma leitura dramática, a estrutura criada pelo dramaturgo iraniano subverte esse formato e é capaz de criar um jogo entre quem está em cena e os espectadores.

Foi a impossibilidade de deixar o seu país que levou Soleimanpour a escrever a obra. "Como eu poderia encenar um espetáculo ao redor do mundo se eu não conseguia nem sair do meu país?  A resposta foi dirigir os atores na frente do público por meio do meu texto. Essa situação me levou a pensar o teatro de outra maneira," contou ele, em entrevista por email ao Estado.

A peça se inspira diretamente na experiência pessoal do autor. Por recusar-se a alistar-se no serviço militar, ele teve seu passaporte confiscado. A trama criada por ele tem a aparência de fábula infantil: um coelho tenta fazer parte de um espetáculo de circo, mas é barrado por um urso. Depois de comprar um ingresso e entrar no circo, ele começa a ser perseguido por outros animais. Existe uma conotação política na situação proposta. Mas também são abordados outros temas, como o sentido da arte, o suicídio e o papel do autor.

Os próximos atores que se apresentam com o espetáculo são:

Laerte Melo: 1º de dezembro (No mesmo dia, sessão extra com Thiago Lacerda, às 18h); Raul Barretto: 5 de dezembro; Nando Nitsch: 6 de dezembro; Chico Carvalho: 7 de dezembro; Heitor Goldfus: 8 de dezembro; Maria Fernanda Cândido: 12 de dezembro; Rubens Caribé: 13 de dezembro; Otavio Dantas: 14 de dezembro; Denise Del Vechio: 15 de dezembro.

WHITE RABBIT, RED RABBIT

Teatro Ágora - Rua Rui Barbosa, 672, 3284-0290 - Bela Vista.

5ª, 6ª e sáb., às 21h, e dom., às 20h. R$ 40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.