Divulgação
Divulgação

Sucesso no Rio, 'Tango, Bolero e Cha Cha Cha' chega a SP

Edwin vive Lana Lee, transexual que revê a família após 10 anos ao lado do novo companheiro

Estadão.com.br,

31 de março de 2011 | 13h59

Edwin Luisi celebra os 40 anos de carreira com uma nova versão da comédia Tango, Bolero e Cha Cha Cha sob a direção de Bibi Ferreira. A peça ficou em cartaz durante um ano no Rio de Janeiro e já foi assistida por 400 mil pessoas.

 

A nova montagem estreia dia 1º de abril no Teatro Shopping Frei Caneca  (Rua Frei Caneca, 569 - 6º andar - Consolação), com capacidade para 600 lugares. As apresentações acontecem às sextas-feiras (21h30), sábados (21h) e domingos (às 18h). A duração do espetáculo é de 95 minutos e o preço da entrada custa R$ nas sextas-feiras e domingos e R$ 80 aos sábados.

 

Em Tango, Bolero e Cha Cha Cha, Edwin Luisi levou os prêmios Shell, APCA, Mambembe, Quality Brasil e Governador do Estado RJ. O texto da moderna comédia de erros é de Eloy Araújo. No elenco, estão Cris Nicolotti, Johnny Massaro, Carolina Loback, Edwin Luisi e Carlos Bonow, atores com forte ligação com a comédia.

 

Edwin vive Lana Lee, transexual que um dia se chamou Daniel, foi casado com Clarice (Cris Nicolotti) e é pai de Dênis (Jhonny Massaro). Após 10 anos sem ver a família, ele retorna com o novo marido (Carlos Bonow).

Tudo o que sabemos sobre:
Tango, Bolero e Cha Cha Chateatro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.