Discurso de assassino norueguês vai virar peça na Alemanha

Uma atriz alemã de origem turca subirá aos palcos da Alemanha no mês que vem para ler o bizarro discurso proferido no tribunal pelo assassino norueguês Anders Behring Breivik, numa iniciativa que tem por objetivo denunciar a disseminação da ideologia ultradireitista na Europa.

Reuters

28 de setembro de 2012 | 20h53

O diretor suíço Milo Rau escreveu "A Explicação de Breivik" com base no discurso de uma hora que o radical norueguês proferiu em abril, antes de ser sentenciado em Oslo a 21 anos de prisão pela morte de 77 pessoas num massacre no ano passado.

"Seu ‘manifesto' ideológico é uma representação destilada de uma crise cultural que permeia o continente europeu e encontra sua expressão em um populismo cada vez mais xenófobo", escreveu Kirsten Simonsen, professora da Universidade de Roskilde, na Dinamarca, numa série de ensaios que ela publicou neste ano sobre Breivik.

O norueguês disse ter cometido o massacre para alertar contra a diluição cultural europeia em decorrência da imigração.

As apresentações, em Weimar e Berlim, pretendem promover a visão de que, embora Breivik tenha agido de forma insana, a ideologia que o motivou está chocantemente disseminada em sociedades democráticas como as da Suíça e da Alemanha, disse à Reuters o diretor, de 35 anos.

"É meramente coincidência que tenha sido Breivik a dizer aquilo", afirmou Rau. "Suas palavras poderiam ter saído de 60 por cento da população suíça."

(Reportagem de Chris Cottrell)

Tudo o que sabemos sobre:
TEATROBREIVIKDISCURSO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.