Broadway espera que economia não afete 'Shrek' e 'Billy'

Daniel Radcliffe, o astro de "HarryPotter," fica nu; a esposa de Tom Cruise, Katie Holmes, fazArthur Miller, e o ogro animado Shrek enfrenta o dançarinoBilly Elliot numa batalha de musicais gigantes. A nova temporada na Broadway oferece diversão de todo tipopara os fãs do teatro, mas não são apenas estes que acompanhamde perto os altos e baixos do teatro de Nova York. "Toda grande cidade turística precisa ter uma atraçãoespecial, e, no caso de Nova York, a atração Número 1 é oteatro", disse Charlotte St. Martin, diretora executiva daBroadway League. Quase 12,3 milhões de ingressos foram vendidos entre maiode 2007 e maio deste ano, gerando 937 milhões de dólares emreceita bruta. Desse total, cerca de 65 por cento foi adquiridopor pessoas de fora de Nova York e arredores. Na temporada atual, os produtores da Broadway têm porobjetivo romper a barreira de 1 bilhão de dólares em vendasanuais de ingressos, num momento em que a economia desaquecidaestá fazendo os consumidores pensarem duas vezes antes dedesembolsar 100 dólares para ir ao teatro. Os musicais são grandes fontes de receita, tendo sidoresponsáveis por entre 85 e 90 por cento da receita bruta nosúltimos três anos. Entre os novos espetáculos mais aguardados está "Shrek",baseado no livro homônimo de 1990 e no filme de 2001 premiadocom o Oscar sobre um ogro verde e uma princesa. Outro musical baseado num filme é "Billy Elliott", ahistória de um menino britânico de uma cidade de mineração decarvão que sonha em tornar-se dançarino de balé. Sucesso emLondres, o musical tem canções de Elton John e foi adaptado dofilme da Universal Pictures. "No ano passado não tivemos muitos títulos conhecidos,marcas que já eram famosas. Este ano temos mais", disse St.Martin. Nessa categoria ela chamou a atenção também para o revivalde "West Side Story" ("Amor, Sublime Amor") e de "9 to 5," estecom música de Dolly Parton e baseado no filme de 1980 estreladopor Dolly Parton e Jane Fonda (no Brasil, "Como Eliminar SeuChefe"). Os fãs do livro "Les Miserables", uma história sobre aRevolução Francesa, serão o alvo principal de outro grandeespetáculo, "A Tale of Two Cities", baseado no romance "Contode Duas Cidades", de Charles Dickens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.