Brasileiro ganha 'Oscar' do teatro americano

Barítono Paulo Szot foi eleito o melhor ator musical por sua atuação em 'South Pacific'

Agência Estado e Associated Press,

16 de junho de 2008 | 04h13

O barítono brasileiro Paulo Szot, de 38 anos, venceu, na noite de domingo, o Prêmio Tony, considerado o "Oscar" do teatro americano. Szot foi eleito o melhor ator musical por sua atuação em "South Pacific", espetáculo da Broadway que levou sete prêmios no evento.   O ator superou a resistência da Broadway a estrangeiros e derrotou os concorrentes Daniel Evans ("Sunday in the Park with George"), Stew ("Passing Strange"), Tom Wopat ("A Catered Affair") e Lin-Manuel Miranda ("In The Heights").   "South Pacific" se passa em uma ilha tropical durante a Segunda Guerra Mundial e conta a história de dois casais, formados com membros da Marinha dos EUA e moradores locais, afetados pela ameaça da guerra.   O musical "In the Heights", sobre a vida da população latina em Manhattan, ganhou o prêmio de melhor musical, enquanto "August: Osage County", sobre uma família de Oklahoma, levou como a melhor peça.   A cerimônia de entrega do prêmio foi realizada no Radio City Musical Hall, em Nova York.

Tudo o que sabemos sobre:
teatroPaulo SzotPrêmio Tony

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.