Chris Delmas / AFP
Chris Delmas / AFP

'Watchmen', 'Succession' e 'Schitt's Creek': Conheça as séries que triunfaram no Emmy

As grandes vencedoras da noite contam histórias sobre violência racial, divertem ao narrar problemas familiares e a luta pelo poder

AFP, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2020 | 08h44

Capturando o espírito de protesto que sacudiu recentemente os Estados Unidos, Watchmen dominou no domingo à noite a cerimônia do Emmys, que este ano aconteceu em um inédito formato virtual devido à pandemia de covid-19.

Nos "PandEmmys", como denominou o apresentador Jimmy Kimmel, a minissérie da HBO venceu 11 estatuetas, enquanto Succession venceu em sete categorias, incluindo melhor série de drama, e Schitt's Creek dominou as categorias de comédia, com nove prêmios. Conheça a trama das séries:

Watchmen

Uma inquietante adaptação da HBO para a graphic novel de mesmo nome, aborda o racismo histórico dos Estados Unidos, assim como a violência policial e inclusive o uso de máscaras.

A produção da HBO aborda o tema do racismo em um mundo distópicoa partir dos quadrinhos, que se passa na Guerra Fria, em que heróis mascarados investigam a morte de um agente do governo, Nixon ganhou a guerra, os carros são todos elétricos, e a identidade dos vigilantes é segredo.

A produção recebeu 11 Emmys, quatro durante a cerimônia de domingo, incluindo melhor minissérie ou filme para TV.

Regina King recebeu o prêmio de melhor atriz por seu papel em Watchmen com uma roupa que exibia uma foto de Breonna Taylor, uma mulher negra assassinada em um tiroteio policial em sua própria casa, e as palavras "Say Her Name" - Diga seu nome -, um lema repetido nos protestos contra o racismo nos últimos meses nos Estados Unidos.

"Watchmen é uma história sobre o trauma e as cicatrizes duradoura do terrorismo branco, corrupção e brutalidade policial", disse Yahya Abdul-Mateen II, vencedor na categoria ator coadjuvante de minissérie.

O criador da série, Damon Lindelof, dedicou o prêmio de melhor minissérie "às vítimas dos sobreviventes do massacre (racial) de Tulsa de 1921", retratado no primeiro episódio da produção.

 

Succession

A série, também da HBO, venceu como melhor série de drama e Jeremy Strong levou o prêmio de melhor ator. Zendaya, de apenas 24 anos, levou a estatueta de melhor atriz de série dramática por Euphoria, a mais jovem da história.

A produção de criada por Jesse Armstrong, conta a vida da família Roy, dona de um grande conglomerado de mídia, como os Murdoch, nos EUA. É uma história de disputa entre os parentes, para quem vai suceder o patriarca Loga Roy (Brian Cox). Succession tem duas temporadas.

 

Schitt's Creek

A comédia surpreendeu com a história de uma família rica que perde tudo. O elenco estava reunido em evento em Toronto e celebrou o domínio da produção após sua última temporada. "Nosso programa em seu núcleo é sobre os efeitos transformadores do amor e da aceitação, que precisamos mais do que nunca", afirmou Daniel Levy, que venceu nas categorias direção, roteiro e ator coadjuvante.

Levy criou o programa com o pai, Eugene Levy, que venceu como melhor ator. Catherine O'Hara e Annie Murphy levaram as estatuetas de melhor atriz e melhor atriz coadjuvante respectivamente. A série tem cinco temporadas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.