Marvel Studios via AP
Marvel Studios via AP

Wanda da Marvel tem um futuro, mas o destino de 'WandaVision' não está claro

Personagem interpretada por Elizabeth Olsen fará sua próxima aparição na sequência de 'Doutor Estranho' nas telonas; Chefe da Marvel, Kevin Feige, não confirma (e nem nega) uma continuação para a série após o final desta temporada

Lynn Elber, AP

26 de fevereiro de 2021 | 01h00


LOS ANGELES - Quando WandaVision terminar sua primeira temporada no mês que vem no serviço de streaming Disney +, Wanda, interpretada por Elizabeth Olsen, fará sua próxima aparição na sequência de  Doutor Estranho nas telonas. É a narrativa que determina como e quando os personagens do universo da Marvel Comics vão aparecer na TV e no cinema, disse o chefe da Marvel Studios, Kevin Feige, na quarta-feira.

"Todas as intersecções entre as séries, entre os filmes, sempre irão variar com base na história", disse Feige. "Às vezes (uma série) vai para a segunda temporada, às vezes se transforma em um longa-metragem e depois volta a ser uma série.'' Wanda Maximoff, também conhecida como Scarlet Witch, contracena com o personagem-título de Benedict Cumberbatch em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, planejado para ser lançado em 2022.

Feige não disse se WandaVision, a primeira série original da Marvel Studios para Disney +, tem um futuro após o final da temporada em 5 de março. A sitcom sobre gerações para a TV - com a adição de um toque de super-herói - trouxe o personagem de Wanda e Paul Bettany, Visão, para o primeiro plano do filme da franquia Os Vingadores.

“Estou na Marvel há muito tempo para dizer um não definitivo ou um sim definitivo a qualquer coisa”, Feige respondeu quando questionado a respeito do futuro da série durante um painel de discussão virtual realizado pela Television Critics Association. Mas as segundas temporadas estão sendo consideradas e planejadas para séries, disse ele, sem revelar detalhes.

 


Há uma enxurrada de novos candidatos para o Disney + em potencial, incluindo Falcão e o Soldado Invernal, estreando em 19 de março com Anthony Mackie e Sebastian Stan reprisando seus papéis em Vingadores: Ultimato.

Loki, estrelado por Tom Hiddleston revisitando seu personagem após os eventos de Vingadores: Ultimato, estreia em 11 de junho. Depois, Ms. Marvel chega ao serviço de streaming (com data ainda a ser anunciada) e a personagem irá passar para o próximo filme da Capitã Marvel, segundo Feige.

Ele foi questionado se mudar as histórias e personagens da Marvel entre o cinema e a TV poderia acabar afetando o público em potencial.

"Eu sempre digo que quando as luzes se apagam e um filme começa, é uma tela em branco - esqueça tudo o que veio antes e seja capaz de desfrutar de algo que tem seu próprio enredo independente'', disse Feige. Ele reconheceu que à medida que o estúdio faz mais séries e filmes e apresenta novos personagens, "torna-se cada vez mais difícil" atingir esse objetivo.



"Mas é algo que todos os nossos roteiristas e cineastas prestam muita atenção, para garantir que os fãs possam acompanhar "o capítulo mais recente e que os recém-chegados possam apreciá-lo também, disse ele.

Quando a Walt Disney Co. adquiriu a Marvel Entertainment por cerca de US$ 4 bilhões em 2009, acordos anteriores deixaram algumas de suas propriedades com outros estúdios. Questionado se a Marvel Studios poderia ser capaz de recuperá-los, Feige disse acreditar que isso poderia acontecer, mas acrescentou que "rumores on-line sobre coisas que estão voltando para a Marvel nem sempre são verdadeiras."


TRADUÇÃO DE ROMINA CÁCIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.