Ting-Li Wang/The New York Times
Ting-Li Wang/The New York Times

Spike Lee prepara série de documentários sobre NY para os 20 anos do 11 de setembro

O diretor foi convidado pela HBO para retratar a NY que se recuperou do ataque terrorista e também da pandemia do coronavírus

Redação, AFP

02 de março de 2021 | 09h00

O cineasta Spike Lee está preparando uma série de documentários sobre como Nova York se recuperou dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 e também da pandemia de coronavírus, anunciou o canal HBO, do grupo WarnerMedia, nesta segunda-feira, 1º.

A série irá ao ar "ainda este ano" na HBO e na plataforma de streaming HBO Max em memória ao 20º aniversário dos ataque terrorista da Al-Qaeda.

"Estou orgulhoso" de poder contar "como minha cidade se viu no epicentro do 11 de setembro e da covid-19", afirmou o famoso diretor nova-iorquino, citado no comunicado.

"Com mais de 200 entrevistas, investigamos o que torna Nova York a cidade mais formidável do mundo e a diversidade de seus habitantes que contribui para isso. Durante séculos, observadores e pessoas cheias de ódio proclamaram, erroneamente, que Nova York estava morta e fedia", acrescentou o cineasta, vencedor do Oscar por Faça a Coisa Certa (1989) e, mais recentemente, Infiltrado na Klan (2018).

Lisa Heller e Nancy Abraham, coprodutoras de documentários da HBO, comemoraram essa nova colaboração com o diretor de 63 anos, que já havia trabalhado com a HBO em uma série de documentários sobre as consequências do furacão Katrina em Nova Orleans.

"Valorizamos a capacidade de Spike Lee de relatar esses eventos históricos, prestando homenagem às vítimas enquanto testemunha a força e a resiliência do ser humano", afirmaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.