ABC/AFP
ABC/AFP

Podcast Episódio: Emmy tem menor audiência e sinaliza diversidade, mas não garante futuro

Edição virtual foi transmitida de 10 países, teve cena fofa de Mark Ruffalo com a esposa e troféu para Zendaya; Episódio recebe Marcílio Spositon e Dudu Guimarães, do podcast Corta

Clara Rellstab, Leandro Nunes e Simião Castro, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2020 | 06h00

Uma noite de surpresas, de animação e também de cenas inusitadas. A premiação do Emmy mexeu com os ânimos do público que acompanhou a cerimônia do último domingo, 20. Mas não foi qualquer Emmy, certo?

Com esforço de inovações tecnológicas, a premiação deste ano foi feita virtualmente por causa da pandemia. Os principais premiados foram vistos de dentro das próprias casas, graças a uma logística que espalhou a equipe organizadora por 10 países. 

Neste Episódio, os hosts Clara Rellstab, Leandro Nunes e Simião Castro recebem Marcílio Spositon e Dudu Guimarães, do podcast Corta, para conferir o Bolão Emmy

Um prato cheio para o entretenimento, a entrega dos troféus foi marcada por surpresas e cenas divertidas. Nas redes sociais, o público vibrou com a celebração de Zendaya ao ganhar o prêmio de melhor atriz em série dramática (Euphoria), desbancando vetenas como Olivia Colman, Sandra Oh e Laura Linney.

Em outro momento, a reação da esposa de Mark Ruffalo foi uma das cenas mais fofas da premiação. Enquanto o ator discursava pelo título de melhor ator em minissérie (I Know This Much is True), Sunrise Coigney o contemplava com clara expressão de carinho e admiração.

Apesar de toda logística que marcou o prêmio desse ano, o Emmy teve a pior audiência, em comparação com 2019 e 2018. Diante de uma produção de streaming mais que internacionalizada, a cerimônia do Emmy enfrenta o desafio para reconquistar uma audência muito diversa, desde as origens às séries que consome.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.