HBO Max
HBO Max

‘Lakers: Hora de Vencer’ traz o renascimento do time na década de 70

Piloto da temporada foi dirigido por Adam McKay (‘Não Olhe para Cima’) e põe atores se dirigindo diretamente à câmera

Mariane Morisawa, Especial para o Estadão

11 de março de 2022 | 05h00

No final dos anos 1970, o empresário Jerry Buss comprou o Los Angeles Lakers, então um time medíocre, e o transformou em um dos maiores da NBA, apostando no espetáculo. “Foi o momento em que o esporte se tornou entretenimento”, disse Max Borenstein, cocriador e show runner da série Lakers: Hora de Vencer, que tem novos episódios todos os domingos na HBO Max

O piloto da série foi dirigido por Adam McKay (Não Olhe para Cima), e isso explica muito do seu estilo. Não faltam atores se dirigindo diretamente à câmera, e textos na tela. 

Sob Buss, os Lakers viraram a casa de jogadores de ouro como Magic Johnson (Quincy Isaiah), Kareem Abdul-Jabbar (Solomon Hughes) e Norm Nixon (vivido por seu filho, DeVaughn Nixon). “Meu primeiro amor foi o basquete, era o que eu queria ser”, lembrou Isaiah. “Então fazer um dos maiores jogadores de basquete da história é incrível.” 

 Mas Johnson, que está desenvolvendo sua própria série sobre os Lakers, andou dizendo que não tem interesse em assistir a Hora de Vencer. “Fizemos a série como fãs, com respeito e amor por esses personagens”, contou Borenstein. “Mas também sabemos como deve ser estranho ver sua vida na tela.” 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.