VANESSA BUMBEERS/NETFLIX
VANESSA BUMBEERS/NETFLIX

Festival Tudum, da Netflix, ganha edição virtual com Maisa Silva e almanaque de séries

Plataforma divulgou pesquisa sobre hábitos e preferências do público assinante; evento será realizado nos dias 3, 4 e 5 de novembro

Leandro Nunes, O Estado de S.Paulo

15 de outubro de 2020 | 05h00

Não faz muito tempo que o pavilhão da Bienal, em São Paulo, esteve lotado de jovens e adultos para acompanhar de perto atrações e artistas das séries que mais fazem sucesso no País. Após realizar o Festival Tudum, em janeiro deste ano, a Netflix vai repetir a dose com uma edição totalmente virtual, entre tantos eventos afetados pela pandemia, nos dias 3, 4 e 5 de novembro, com apresentação de Maisa Silva, no canal da Netflix no YouTube.

Com um público de 50 mil pessoas, a edição presencial reuniu 14 produções originais, em atrações interativas, painéis com elenco e bate-papos com influenciadores e especialistas, sobre temas da juventude e assuntos tratados nas produções seriadas. Na nova edição, a ideia é seguir com o formato, agora a distância, enquanto ainda não é permitido realizar eventos culturais com aglomeração. 

O Tudum se tornou mais um caminho da Netflix para estar ao lado de sua audiência e fortalecer as franquias mais assistidas por aqui.

De acordo com dados divulgados pela plataforma, os assuntos que mais despertam interesse do público na hora de procurar uma série para maratonar são amizade (62,8%), relacionamentos (62%) e futuro (45%). Na pesquisa realizada em janeiro deste ano, com 1.000 jovens brasileiros entre 16 e 25 anos, as séries e filmes costumam influenciar as perspectivas, de relacionamentos amorosos e familiares, de 71% dos entrevistados. 

A pesquisa revela que os assuntos não figuram apenas como motivo de diversão nos roteiros das produções. O público também quer aprender com os acertos e erros das histórias. Entre os personagens mais queridos, eleitos pelos pesquisados, estão: Otis (22%) de Sex Education; Sabrina (18%), de O Mundo Sombrio de Sabrina; Lara Jean (17%), de Para Todos os Garotos que Já Amei; e Eleven (17%), de Stranger Things

Segunda edição

O Tudum virtual pretende unir as produções nacionais e internacionais que mais dialogam com o público brasileiro, como Stranger Things, Sex Education, Modo Avião, Dark e The Umbrella Academy. A série nacional Sintonia está de volta à programação. A produção idealizada por Kondzilla retrata a vida de três adolescentes criados na mesma periferia. “É uma maneira de quebrar as barreiras entre o elenco e o público, e de continuar próximos, apesar deste momento”, afirma Maisa.

Outra produção nacional no festival é Mundo Mistério, de Felipe Castanhari, que estreou neste ano no formato de um programa educativo e leve ao abordar questões de ciência (como mudanças climáticas e pandemias), de ficção (viagem no tempo, apocalipse zumbi) e os principais dilemas da inteligência artificial.

Quem também estreia na programação é Enola Holmes, o mais recente filme estrelado e produzido por Millie Bobby Brown, com Helena Bonham Carter e Henry Cavill, que interpretou o papel do detetive Sherlock Holmes.

O ator Joel Courtney, de A Barraca do Beijo, e a atriz Ashley Park, de Emily em Paris, têm participações confirmadas no evento virtual. “O festival mostra que a cultura e o entretenimento não deixaram as pessoas sozinhas”, ressalta Maisa.

Entre as novidades, a Netflix deve lançar o Almanaque Tudum, uma revista inspirada nos temas mais buscados por sua audiência da plataforma. O material será distribuído gratuitamente por todo o Brasil e também estará disponível no formato digital.

 

Tudo o que sabemos sobre:
NetflixMaisa Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.