REUTERS/Peter Cziborra/Arquivo - 19/12/2021
REUTERS/Peter Cziborra/Arquivo - 19/12/2021

Disney anuncia série de 'Star Wars' com Jude Law durante convenção de fãs

O ator vai estrelar 'Skeleton Crew', série criada por Jon Watts, diretor de 'Homem-Aranha: Sem Volta para Casa'

Andrew Marszal, AFP

27 de maio de 2022 | 09h00

A Disney anunciou uma nova série de Star Wars com Jude Law durante uma convenção de fãs nos Estados Unidos, nesta quinta-feira, 26. A empresa, focada em sua plataforma de streaming, não se referiu a futuros filmes da idolatrada franquia.

Ewan McGregor e Harrison Ford estavam entre as estrelas que apareceram no palco diante de uma plateia entusiasmada e vestida para a Star Wars Celebration, realizada em Anaheim, na Califórnia. O evento de quatro dias acontece de tempos em tempos, geralmente de acordo com o lançamentos de novos filmes, mas foram as séries que dominaram o dia de abertura.

Os fãs puderam ver novas imagens de Andor e da terceira temporada de The Mandalorian, além do anúncio surpresa da estreia mundial de Obi-Wan Kenobi, protagonizado por McGregor.

Law aparecerá em Skeleton Crew, a série criada por Jon Watts, diretor de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa. “É a história de um grupo de crianças de uns dez anos de idade, de um pequeno planeta, que acidentalmente se perdem na galáxia de Star Wars”, explicou Watts.

Nesta quinta, os espectadores presentes também puderam assistir a dois episódios de Obi-Wan Kenobi, um dia antes da estreia da série no Disney+.

Apoio dos fãs

A Disney comprou a Lucasfilm por 4 bilhões de dólares em 2012 e logo começou a estrear novos filmes, incluindo uma nova trilogia e os derivados como Solo e Rogue One, mas depois foi diminuindo os lançamentos de Star Wars. Foi uma decisão motivada pelas críticas variadas e pelas bilheterias, além da atenção mais voltada para seu serviço de streaming. 

O Disney+ conquistou mais de 130 milhões de assinantes desde que entrou no ar em 2019, desafiando as expectativas de muitos analistas.

Jon Favreau, criador do exitoso The Mandalorian, agradeceu aos fãs por terem impulsionado a rápida ascensão da plataforma. “Os seguidores de Star Wars marcaram presença quando lançaram o Disney+”, disse.

Outra nova série, Andor, estreará cinco anos depois de Rogue One, e terá duas temporadas de 12 episódios, anunciou Tony Gilroy, roteirista dos filmes de ação de Jason Bourne.

O ator mexicano Diego Luna contou que a produção mostrará uma versão mais jovem e egoísta de seu personagem Cassian Andor, um piloto que se sacrifica no final do longa para lutar contra o Império. “O bom dessa série é que não tem como me matarem”, brincou.

Favreau confirmou ainda o início das gravações da série Ahsoka, protagonizada por Rosario Dawson.

Nada foi dito sobre conteúdos para o cinema. A Disney tem três filmes de Star Wars já em seu calendário, e anunciou anteriormente produções com os diretores Taika Waititi, Rian Johnson e Patty Jenkins.

A abertura da Star Wars Celebration, que vai até domingo, 29, terminou com uma aparição do compositor veterano John Williams, que comandou uma orquestra ao vivo com sua recente canção para Obi-Wan Kenobi.

Enquanto isso, fora do centro de convenções, milhares de fãs de Star Wars balançavam sabres de luz coloridos, comentavam sobre as novas séries e posavam para fotos vestidos como seu personagens favoritos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.