Zezé Motta canta em homenagem a Elizeth Cardoso

A atriz e cantora Zezé Motta trazde volta a São Paulo, no Sesc Vila Mariana, o show DivinaSaudade, no qual reúne samba, bossa nova e o repertório dascantoras do rádio da década de 1950. Seu objetivo é,principalmente, fazer uma homenagem à cantora Elizeth Cardoso(1920-1990), com muitas canções do repertório da intérprete. O espetáculo já tem dois anos de estrada e foi baseadono disco homônimo gravado por Zezé em 2000. Não parece, cadavez gosto mais, diz a cantora, que encontra pouco tempo parase dedicar aos projetos novos, tal o entusiasmo com Elizeth. Nasemana passada, ela lotou o Canecão, no Rio, e quer voltar parauma temporada mais popular. Enquanto isso, prepara oespírito para uma comédia musical que está sendo escrita porMiguel Paiva, na qual deverá contracenar com Ângela Vieira. Adireção será de Irene Ravache. Zezé Motta conta que o show sobre a Divina nasceupor acaso, num dia em que vislumbrou na estante de sua casa abiografia Elisete Cardoso - Uma Vida, de Sérgio Cabral. Acoisa mais sofrida foi escolher as canções, lembra. Eladecidiu que escolheria pérolas do repertório. Ouvi 300músicas, 300 pérolas, conta. Só quando escolheu o diretor musical do concerto,Roberto Menescal, é que a equação começou a ser resolvida. Aindaassim, ela hoje lamenta não ter gravado em disco suas versões deMeiga Presença e Bachianas n.º 5 - duas que estão no show, masnão no CD. Elizeth Cardoso despontou no cenário musical nos anos 40e 50, cantando samba-canção, mas foi também a primeira grandedivulgadora da bossa nova, ao gravar em 1958 o disco Canção doAmor Demais (1958), de Tom e Vinícius, sob a batida do violão dopapa do gênero, João Gilberto. Zezé vê diversas semelhanças entre sua trajetória e a deElizeth - e coincidências também nas escolhas pessoais: ambascancerianas e flamenguistas, mangueirenses e portelenses.Zezé Motta vai cantar músicas como Tudo É Magnífico (HaroldoBarbosa/Luiz Reis), Prece (Vadico-Mariano Pinto), NossosMomentos (Haroldo Barbosa/Luiz Reis), Tem Dó (BadenPowell/Vinícius), A Noite do Meu Bem (Dolores Duran) eFeitio de Oração (Noel Rosa/Vadico ), entre outras. Zezé se apresenta acompanhada por Marcos Amorim(guitarra), Rafael Barata (bateria), Délia Fischer (teclado) eJosé Luis Maia (baixo). O espetáculo tem direção musical deRoberto Menescal e Flávio Mendes.Serviço - Zezé Motta. Quarta-feira, às 15h. R$ 5 (estudantes), R$ 7,50 e R$ 1000. Teatro do Sesc Vila Mariana. Rua Pelotas, 141, tel. (11)5080-3000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.