Zeca Pagodinho abre turnê no Rio

Zeca Pagodinho faz nesta sexta-feira e sábado show de lançamento do CD Água da Minha Sede, no ATL Hall, no Rio. Reunindo sucessos antigos e músicas do disco novo, o sambista faz homenagens a nomes importantes do samba carioca, como o recém falecido João Nogueira, de quem canta O Poder da Criação, Monarco e Ratinho, bambas da velha guarda portelense. O show tem mais uma vez a direção de Tulio Feliciano, que preparou um cenário especial com grandes plásticos iluminados que criam a impressão de uma cachoeira ao fundo do palco.O show é dividido em sete quadros. Abrindo com uma homenagem a João Nogueira, Zeca equilibra um repertório conhecido e de lançamentos do novo trabalho, como Maneco Telecoteco, Vacilão e Perfeita Harmonia.A cachoeira de referências do cantor vai lá longe buscar Chuá-chuá, de Pedro Sá Pereira e Ary Pavão, de 1925, Jura,de 1929, composição de Sinhô, e Delegado Chico Palha, de 1938, de Tio Hélio e Niltom Campolino. Todas estão no novo disco.Além da Banda Moleke, Zeca Pagodinho ganha mais dois reforços de peso na banda: Zeca da Cuíca e Zeca do Trombone, no quadro que o cantor chamou de "Preservação dos Zecas", que, conforme ele, "estão em extinção, assim como o Mico Leão Dourado".A parte final do show é dedicada à velha Guarda da Portela nas figuras dos compositores Monarco e Ratinho. Zeca canta três sucessos dos grandes sambistas da escola azul e branco: Nunca Vi Você Tão Triste, Vai Vadiar e Coração em Desalinho.O repertório do novo CD tem a cara da trajetória de Zeca. O malandro de Xerém escolheu composições de seus mais ilustres contemporâneos, como Almir Guineto, autor de Perfeita Harmonia, Beto Sem Braço, de A Paisagem, Arlindo Cruz e Sombrinha, que no disco assinam Ainda É Tempo Pra ser Feliz, e Prova De Amor. Ele retoma o sucesso Não Sou Mais Disso que divide a autoria com Jorge Aragão.Ainda que Zeca se firme como um dos sambistas que melhor relêem os grandes mestres, quem assina a autoria da música-título é seu afilhado musical, a jovem revelação Dudu Nobre, que mistura tradição à nova onda do pagode.Zeca Pagodinho - Água da Minha Sede - Dias 10 e 11 de novembro no ATL Hall, Av Ayrton Senna, 3000 -Barra da Tijuca. tel. 421-1331. Às 22h30. Ingressos R$ 20,00 (pista), R$ 30,00(pista e lateral), R$ 45,00 (especila e camarote 2), R$ 70,00 (camarote 1).

Agencia Estado,

10 de novembro de 2000 | 19h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.