Evan Agostini/Invision/AP
Evan Agostini/Invision/AP

Yoko Ono recria 'cama da paz' com Ringo Starr e Jeff Bridges em NY

Em 1969, ela e John Lennon protestaram contra a Guerra do Vietnã na 'cama da paz'

Nora Quintanilla, EFE

13 Setembro 2018 | 17h11

A artista japonesa Yoko Ono, viúva de John Lennon, recriou nesta quinta-feira, 13, em Nova York, uma 'cama da paz' como a que protagonizou com o cantor em 1969 contra a Guerra do Vietnã. Desta vez, ao seu lado estavam o ex-Beatle Ringo Starr e o ator Jeff Bridges.

A ação pacífica ocorreu na rua e buscava divulgar o ativismo estudantil em homenagem a Lennon, coincidindo com a chegada na cidade de um ônibus educativo que há duas décadas percorre o mundo em nome do cantor para impulsionar as artes entre os jovens.

Yoko Ono, de 85 anos, desceu do ônibus sob grande expectativa e forte esquema de segurança e, com ajuda, chegou à cama de lençóis brancos que tinha, ao seu redor, muitos jovens cantando músicas dos Beatles.

Enquanto eles cantavam, chegaram Ringo Starr e Jeff Bridges e os três deitaram juntos, entre risadas, o que deu início a uma onde de flashes.

As celebridades posaram para fotos enquanto escutavam Imagine, a revolucionária canção que Lennon escreveu em 1971 para pedir a paz.

Dois se posicionaram atrás do trio com cartazes em que se liam Hair peace e  Bed peace, numa tentativa de recriar com exatidão o protesto de duas semanas protagonizados por Yoko Onno e John Lennon em hotéis de Amsterdã e Montreal em 1969.

"Hoje é um dia incrível para mim. Finalmente vou para a cama com Yoko", brincou Starr, o baterista dos Beatles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.