Yamandú Costa toca de graça em SP

Nem Zé Ramalho escapou. O homem que conta ter visto seres extraterrestres descerem de uma nave espacial, ter se afundado em drogas e por pouco não ter se tornado um alcoólatra nos anos 70 sentiu as pernas bambearem ao ver o que aquele garoto fazia com um violão nas mãos. "Ele tem uma coisa que não dá para explicar. Uma aura de gênio mesmo."Era Yamandú Costa, que na ocasião participava da gravação de uma música no novo disco de Zé, Gosto da Criação. Só por hoje, o jovem gaúcho chamado de o Jimi Hendrix de seu instrumento estará no Teatro do Sesi, na Avenida Paulista, 1313, para uma apresentação gratuita.O violonista é convidado da série Sesi Jazz & Blues, que terá amanhã o também violonista Paulo Bellinati e o trio do tecladista Nelson Ayres. O guitarrista de blues de New Orleans, Kenny Brown, tocará no sábado. E o "bruxo" dos sons, o alagoano Hermeto Pascoal, no domingo.O fascínio sobre o músico prodígio de 22 anos começou em 2001, quando venceu a edição para instrumentistas do Prêmio Visa de MPB. "Foi quando as coisas em minha vida começaram a acontecer. Uma confirmação do trabalho que eu já vinha fazendo havia algum tempo", conta. Antes do Visa, sua média de shows era de um por mês. Em épocas de fartura, aparecia até um segundo. Hoje, Yamandú sobe ao palco 15 vezes a cada 30 dias. E seu cachê, não revelado, naturalmente dobrou.A Europa é outro horizonte que começa a se abrir. Em julho haverá apresentações na Espanha, meca dos violonistas, e na Itália. Negocia-se ainda esticadas à Franca e Áustria. "É engraçado, as pessoas agora me reconhecem nos lugares. Instrumentistas amigos meus ficam até assustados com isso", conta.O que mostrará no Sesi é ainda baseado no repertório do disco que lançou pela Gravadora Eldorado como prêmio por ter vencido o Visa. O mais difícil é antecipar a lista das músicas que escolheu para tocar. "Nunca penso o que vou apresentar." Mas é certo de que estarão lá Brejeiro e Mariana, que nunca ficam de fora.Yamandú Costa, ao falar de si, guarda a modéstia quando reflete sobre o próprio trabalho. "Fico feliz por levar a música instrumental por este País e atrair um público maior."Yamandú Costa no projeto Sesi Jazz & Blues. Hoje, às 21h. Teatro Popular do Sesi (Avenida Paulista, 1313. Tel. 3284-3639). Entrada franca. Ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.